sábado, 8 de agosto de 2015

Momento lírico 384

É A VIDA!
(Karl Fern)

Num lírico passado de poesias
Fui vate do encanto das flores
Em vaticínio colorindo amores
Perfumando mimosas fantasias
Com galantes odes e melodias
Triunfei bebendo vitais licores.

Rabisquei um arco-íris de cores
Adentrei por corações luzentes
Desnudando sorrisos contentes
Ornando corpos sãos sedutores
Com mil rosas e mágicos odores
Fartos buquês grenás fulgentes.

Hoje ante horizontes poentes
Solitário em lamento profundo
Rosas sombreiam meu mundo
Há nas flores tristezas dolentes
Incidindo de passados ausentes
Pra os olhos de um moribundo!

Como disse um poeta fecundo
Em um poema sensível e forte
Até nas flores há distinta sorte
Num cosmo infinito e fecundo
Umas felicitam cada segundo
Outras enfeitam cena de morte!