quinta-feira, 30 de abril de 2015

Momento lírico 359

Momentos...




Momento lírico 358

BRADO PROFUNDO
(Karl Fern)

Nos limiares da linha do horizonte
Onde o céu se desnuda mais bonito
Eclodem lumens aquém do infinito
Atrás da cor cinza do imóvel monte
Ausculto, fruto de enamorada fonte
Lírico ecoar de um vigoroso grito!

Consonante som fruitivo e bendito
Que faculta a alma risonha a trovar
Induz minha ansiedade se acalmar
Encalça consigo imaculado veredito
Em meu íntimo excito-me e levito
Insólito estrilado que me faz sonhar.

Na harmonia plácida da luz do luar
Ecoa sonante no poema que declamo
Soando augusto enquanto te chamo
Sobrevoando sobre as ondas do mar
Estrelas cintilam majestosas pelo ar
É meu coração gritando “Eu te amo”!