terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Momento lírico 334

TORTURA NA MADRUGADA...
(Karl Fern)

Na penumbra de uma noite de lua
Embriagado no perfume do jardim
Brisa fria que vem soprando pela rua
Esgrime tuas lembranças sobre mim.

Vislumbro teu sorriso no horizonte
Minh’alma angustia-se em desolação
Sombria imaginação é indelével fonte
Brotando lágrimas doloridos de ilusão.

Tristeza põe tanta amargura em mim
Nessa frustração eivada de crueldade
Castigado por perder um amor assim
E não saber me libertar desta saudade!