quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Remédio que trata alcoolismo contra HIV

Um medicamento usado para tratar o alcoolismo em combinação com outras substâncias poderão contribuir para a erradicação do vírus da aids nas pessoas soropositivas em tratamento, aponta um estudo divulgado nesta terça-feira (17/11/2015) pelo Instituto Doherty, de Melbourne, Austrália.
O medicamento, chamado disulfiram, acorda o vírus adormecido no organismo infectado, permitindo assim destruir tanto o vírus quanto as células que o abrigam, e isso sem efeitos colaterais, notam os autores da pesquisa, publicada na revista especializada “The Lancet HIV”.
Atualmente um tratamento antirretroviral (ART), um coquetel de medicamentos padrão chamado terapia tripla, permite manter o vírus em controle nos pacientes soropositivos, mas sem deixá-los completamente livres.
O vírus permanece à espreita no organismo das pessoas tratadas, de forma latente (inativo). Este reservatório, difícil de alcançar, é um dos maiores obstáculos para o desenvolvimento de um tratamento para proporcionar alguma cura.
 “Acordar” o vírus latente é uma estratégia promissora para livrar o paciente do HIV, mas isto seria apenas o primeiro passo para eliminá-lo. Falta trabalhar a maneira como se livrar das células infectadas e, assim, conseguir a verdadeira cura dos pacientes soropositivos e até mesmo uma remissão que permita suspender o tratamento.
Com mais de 34 milhões de mortes até hoje, o HIV continua sendo um grande problema de saúde pública, segundo a OMS. No final de 2014, registrava-se cerca de 36,9 milhões de pessoas vivendo com o HIV.
(Fonte: G1)


Nenhum comentário: