quinta-feira, 26 de março de 2015

Momento lírico 352

ESTÁ NAS ESCRITURAS
(Karl Fern)

No princípio nada nada existia
Esse mundo não tinha forma
Não havia nenhuma norma
Toda a matéria seguia vazia.

Até que saindo da letargia
A dadivosa natureza reagiu
Um universo brilhante surgiu
Como sendo passe de magia.

Em justa e perfeita sintonia
Tudo de bom e de mal se fez
Cada um ocupando sua vez
Feito versos em uma poesia.

Como conclusão a vida viria
Um flash de epílogo perfeito
Com tudo que possuía direito
Em sua complexa engenharia.

Foi brotando sem entropia
Dos micróbios aos animais
Desde o plâncton aos vegetais
Conforme a natureza queria.

Veio o homem e a sabedoria
As várias maneiras de viver
Diversas formas pra entender
Desde a ciência até a alquimia.

Vieram a religião e a mitologia
Entre tantas lendas a de Psiquê
E como verdade gerou-se você
Musa amada e prima alegria!

Como em uma épica profecia
De desejo, ternura e carinho
Em minha alma fiou seu ninho
No meu coração fez moradia!

E quando eu morrer algum dia
Quando em pó me transformar
Com seu pó hei de me juntar
Qual o nobre pó da Teogonia!


segunda-feira, 23 de março de 2015

CO2 para de subir

Enquanto a economia do planeta cresceu 3%, as emissões globais de dióxido de carbono (CO2) do setor de energia pararam de subir em 2014 pela primeira vez em 40 anos, exceto em anos com crise econômica, como 1992 e 2009. De acordo com um comunicado, no ano passado as emissões do gás poluente foram de​ 32,3 bilhões de toneladas em 2014, na comparação a 2013.
A paralisação do crescimento das emissões está ligada a padrões ecológicos de consumo de energia na China, o maior país emissor de carbono, à frente dos Estados Unidos, e em nações desenvolvidas. Na China, 2014 viu uma maior geração de eletricidade a partir de fontes renováveis, como energia hidráulica, solar e eólica, e menos queima de carvão.
A COP 21, cúpula das Nações Unidas que deve acontecer em Paris, tem o objetivo de obter um acordo para limitar as emissões globais que, segundo um painel internacional de cientistas, o IPCC, são responsáveis por provocar mais ondas de calor, inundações e elevação do nível do mar.

Fonte: Revista Eletrônica AMBIENTE BRASIL (via newsletter)

Poluição do ar X AVC

Pesquisadores do Centro Médico Langone, hospital da Universidade de Nova York, nos Estados Unidos, divulgaram um novo estudo que sugere que a poluição do ar tem relação com um possível estreitamento das artérias carótidas, responsáveis por transportar o sangue arterial do coração para o cérebro. O entupimento delas pode provoca um acidente vascular cerebral (AVC).
Com os dados, eles descobriram que quem vivia em endereços com maior presença de poluição particulada ficou mais propenso ao estreitamento de suas artérias carótidas internas em relação a quem vivia em áreas menos poluídas. A análise foi feita entre os anos de 2003 e 2008, com a ajuda de índices de poluentes obtidos pela Agência de Proteção Ambiental (EPA).
As principais fontes de emissões do material particulado  (conjunto de poluentes como poeiras, fumaças e todo tipo de material sólido e líquidos suspensos na atmosfera) são os veículos automotores, processos industriais e queima de biomassa. Esses agentes contaminantes causam danos graves à saúde, segundo cientistas.
Fonte: Revista Eletrônica AMBIENTE BRASIL (via newsletter

domingo, 22 de março de 2015

Momento lírico 351 - 22 de março: Dia da Água



O BEM VITAL
(Karl Fern)

Quimicamente simples substância
Citada insípida, inodora e incolor
É básica para a vida seja onde for
Por sua fundamental importância
Sem ela, além de perder elegância
A Terra seria estéril e sem valor!

Não existiriam nuvens nem o mar
Os lagos e os rios em correnteza
Tudo o emocionante da natureza
Sem sua presença junta iria faltar
Pois na terra, no oceano ou no ar
A vida não existiria com certeza.

No mundo inexistiriam florestas
Peixes não vagariam pelos mares
Aves não voariam singrando ares
As paisagens seriam mais modestas
Em lugar de maravilhas como estas
Seríamos apenas poeiras estelares

Porém este composto tão nobre
Vem sendo a cada dia envenenado
O homem vai indigno e descuidado
Com sua ganância e instinto pobre
Folga ao bel-prazer e não descobre
Que desse jeito estará condenado.

Cada vez mais produzindo poluição
Contaminando cada manancial vital
Sem olhar que assim vai se dar mal
Indiferente para merecida atenção
Não usando o bom-senso e a razão
Vai destruindo tal recurso natural.

Em 92 teve seus direitos
Definidos pela ONU em declaração
Criou seu dia mundial desde então
Aos 22 de março foram feitos
Com semana inclusa foram eleitos
Anuais marcos pra sua preservação.

Para a solução dos ditos problemas
O texto discorre sobre as sugestões
Necessárias medidas e informações
Do uso e de muitos diretos temas
Como bem perecível e belos lemas
Garantindo-a às próximas gerações.

Pois o tempo não para, a vida segue
Errou contra à natureza, lá deságua
E sem queixas e nenhuma mágoa
No equilíbrio que sempre persegue
Nossa vida humana talvez se negue
Prosseguir por causa da falta d’ÁGUA!


segunda-feira, 16 de março de 2015

Momento lírico 350

CAVALEIRO DOS SONHOS
(Karl Fern)

Sou o amante de um filme de lirismo e amor
Cavaleiro dum romance estranho e sedutor
Sou o herói esperado pela princesa a salvar
O sonho preferido da mulher pra se amar.

Sou como chuva de pérolas que cai pelo ar
Trago a gota de orvalho que faz a rosa brilhar
Canção de amor que a amada gosta de ouvir
Melodia atrevida que a põe a cantar e sorrir.

Sou a imagem desejada de carinho e ternura
Luzente raio de luz que alivia a noite escura
Jardim deveras florido de alegria e emoção
A fatia que faltava em seu risonho coração!


domingo, 15 de março de 2015

Momento lírico 349

VARANDA AO LUAR
(Karl Fern)

Uma varanda montada em frente ao mar
No piso sombra bordada pela luz do luar
Nos âmagos embalados um sublime querer
Beijo lábios molhados de desejo e prazer.

O silêncio excitante promove o sussurrar
Lascívia galopante insiste em nos dominar
Felicidade envolvente que adorna o por quê
Minha alma refulgente pertencendo a você.

Este fogo ardente aventa em nos devorar
Ansiedade crescente em carícias de mimar
Essa paixão delirante não me deixa escolher
Careço ser seu amante para vir sobreviver.

sábado, 14 de março de 2015

sexta-feira, 13 de março de 2015

Momento lírico 348

MUSA MULHER
(Karl Fern)

És o riso dos meus lábios
Musa imaginada pelos sábios
Seiva fatal de meu destino
Tens o odor da perfeita rosa
És a criatura mais mimosa
Da vida meu precioso hino

És a neblina que embriaga
Ode sensual que não acaba
Prêmio de um coração eleito
O choro da sublime alegria
O brilho intenso da fantasia
Um sonho de amor perfeito

Se preciso for te esquecer
Certamente terei que morrer
Amar-te-ei sempre que puder
A cada linha de meus versos
Rezo ao Deus dos universos
Por ter-te nascido mulher!

terça-feira, 10 de março de 2015

Momento lírico 347

A VIDA
(Karl Fern)

Na vida há muitos degraus
Pra um a um serem vencidos
Em meio a anseios corridos
Livre de pensamentos maus
Embarcados em seguras naus
Sem riscos de vácuos sofridos.

É uma sucessão de momentos
Seguida somatória de planos
Formatada ao longo dos anos
Oscilando entre contratempos
Ondas de bons e maus eventos
Porque somos seres humanos.

Nos infortúnios das inquietudes
Ou nas alegrias das vitórias
Amplo suceder das histórias
Sobressaem nas vicissitudes
Que dependem das atitudes
Que alinham suas trajetórias.

Alguns se lamentam traídos
Por um destino engenhoso
Que pra outros é generoso
Perde o prazer dos sentidos
Esquecem de ser agradecidos
Se o tempo lhes foi generoso.

Por mais que seja desgraçado
Há sempre um pior que você
Ente que vagueia a mercê
Pelo mundo desenganado
Amigos perdidos no passado
Tendo miséria como clichê.

Mas há aqueles conformados
Que sempre se sentem felizes
Com aparentes cicatrizes
Parecem alegres e saciados
No seu mundo consolados
Sem multicores ou vernizes.

sexta-feira, 6 de março de 2015

Chuvas em Campina Grande

Muita chuva em Campina Grande desde ontem! Lindos relâmpagos, sonoros trovões, muitos alagamentos e... assombrosas ventanias!



quinta-feira, 5 de março de 2015

Frases de jogadores de futebol


"Só erra quem erra" - Anderson do Internacional após pênalti que ele desperdiçou.
"Só bate quem erra" - Mateus, volante do Caxias, após desperdiçar um pênalti na decisão do primeiro turno do Gauchão de 2012.
"Eu não sei o que aconteceu, se aconteceu, não tô sabendo" - João Paulo, atleta do São Paulo na Copa São Paulo de Futebol Júnior, após a semifinal da competição de 2015, diante do Corinthians.
"Isso é um caso pro FMI!" - Dimba, então no Brasiliense, irritado com a arbitragem após a derrota para o Fluminense na Copa do Brasil.
"Clássico é clássico e vice-versa" - Jardel, atacante do Grêmio
"Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe" - Novamente Jardel, atacante do Grêmio.
"Meu coração tem uma cor só: rubro-negro" - Fabão, zagueiro, ao ser apresentado no Flamengo.
"Nem que eu tivesse dois pulmões, alcançava essa bola" - Bradock, amigo de Romário.
"Sócrates é invendável, é inegociável e imprestável" - Vicente Matheus (na foto, ao lado Sócrates), então presidente do Corinthians.
"Comigo ou sem migo, o Corinthians será campeão" - Novamente Vicente Matheus, então presidente do Corinthians.
"Na Bahia é todo mundo muito simpático. É um povo muito hospitalar" - Zanata, jogador do Bahia.
"No México é que é bom. Lá a gente recebe semanalmente, de 15 em 15 dias" - Ferreira, jogador do Santos.
"Não me venham com a problemática, que eu tenho a solucionática" - Dadá Maravilha.
"Não sei. Chutei, a bola foi indo, indo e iu..." - Nunes, atacante do Flamengo.
"Fiz que fui, não fui e acabei fondo" - Novamente Nunes, atacante do Flamengo.
"A moto eu vou vender, o rádio eu vou dar pra minha mãe" - Josimar, lateral-direito do Botafogo, ao saber que foi premiado com o Troféu Motoradio.
"Eu não achei nada, mas meu companheiro ali achou uma correntinha. Acho que é de ouro, dá pra vender" - Novamente Josimar, lateral-direito do Botafogo.
"Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu" - Valdomiro, meia ao Internacional, ao falar sobre atuar em um jogo na cidade de Belém.
Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/minuto/Anderson-explicar-penalti-perolas-futebol_0_1302469916.html#ixzz3RZwQABHK

quarta-feira, 4 de março de 2015

Benefícios do chocolate

    De acordo com uma pesquisa feita na Alemanha, o chocolate pode ser bom para o coração, para a grande felicidade dos amantes desse “manjar dos deuses”. O estudo levou oito anos para ser concluído, e a equipe de pesquisa acompanhou a saúde de quase 20.000 pessoas que mantêm o hábito de comer essa guloseima. Os pesquisadores concluíram que o chocolate não pode até reduzir o risco de doenças cardíacas e derrame e que o chocolate escuro era o tipo mais saudável para comer.
O estudo alemão revelou que as pessoas que comiam chocolate (em barra, e uma por semana), reduziam o risco de ter um ataque cardíaco em 27% e o de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) foi reduzido em até 48%. Os especialistas em nutrição acreditam que o que faz bem ao coração são os flavonoides compostos no chocolate.
Flavonoides ou bioflavonoides são um grande grupo de metabólitos secundários da classe dos polifenóis que são encontrados em várias espécies vegetais. Os diferentes tipos de flavonoides são encontrados em frutas, flores e vegetais em geral, bem como em alimentos processados como vinho e chá. No caso são encontrados nas sementes de cacau, por isso o chocolate escuro tem mais efeito, pois possui mais cacau.
Fonte: JORNAL CIENCIA


segunda-feira, 2 de março de 2015

Material alternativo à celulose

Pesquisadores da Universidade Autônoma de Madri (UAM) e da Universidade de Sevilla, Espanha, ligados ao Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC), descobriu um material alternativo à celulose produzido por bactérias do solo e que pode ter importantes aplicações na química, saúde e alimentação. O estudo foi publicado na revista da Academia Americana de Ciências, a “PNAS”, onde foi descrita a nova estrutura deste biopolímero e os mecanismos químicos que regulam sua produção.
O estudo detalha a produção deste novo tipo de polissacarídeo em bactérias, que comparte propriedades com outros de interesse industrial, como a celulose e a goma curdlan. No entanto, segundo explicaram os pesquisadores em um comunicado, o material recentemente descoberto é produzido de maneira natural por bactérias do solo benéficas para as plantas. Além disso, a pesquisa traz dados sobre o papel que pode ser desempenhado por este material nas relações que se estabelecem entre as bactérias produtoras e as plantas.
Os pesquisadores acrescentaram que o novo polissacarídeo apresenta uma estrutura mista entre a celulose e a goma curdlan, e que apresenta propriedades de ambos, mas também tem algumas características próprias que permitiram que o material tenha novos usos e aplicações biotecnológicas. Também afirmaram que já existem produtos feitos com celulose bacteriana que são usados como pele artificial no tratamento de feridas e queimaduras, e que estão sendo investigadas a possibilidade de se criar, entre outros, vasos sanguíneos artificiais.
À esquerda, aparência do β-glucano; à direita, raiz colonizada por uma 
bactéria hiperprodutora de β-glucano (Foto: Divulgação/CSIC)
(Fonte: G1)

Nova vida selvagem em Chernobyl

 Noava vida selvagem em Chernobil
Clique na figura!
Palco do maior desastre nuclear na história, Chernobyl, na Ucrânia, se tornou um inesperado refúgio para a vida selvagem.
Recentemente, o cientista Sergei Gashchak captou imagens da zona de exclusão situada entre a Ucrânia e a Belarus, que foi fechada para habitantes após o desastre.
Gashchak clicou animais que ressurgiram na região, como linces, lobos, alces e águias.
Mais de 300 mil moradores foram evacuados pouco após a explosão de um reator em Chernobyl, em 1986.
À época do desastre, poucos animais viviam no local. Mas após a saída de humanos da zona da catástrofe, mamíferos de grande porte voltaram e lá se estabeleceram.
(Fonte: G1)
Clique no link: https://www.youtube.com/watch?v=UGva27G8Rdc