sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Momento lírico 328

DECLARAÇÃO
(Karl Fern)

Sem estás por perto
Meu mundo é vazio
Horizonte é deserto
Todo espaço fica frio.

Sem ouvir a tua voz
Sou tomado de ruídos
O barulho é meu algoz
Debilitam os sentidos.

Sem olhar teu rosto
Nada parece bonito
Falta-me todo gosto
O tempo age maldito.

Sem curtir teu olhar
Embaraça-me a luz
Não consigo me guiar
Em volta nada seduz.

Sem ver teu sorriso
Some minha alegria
Atropela-me o juízo
Abraça-me a nostalgia.

Sem ter teu abraço
O sol não me aquece
Não atino o que faço
Nada bom acontece.

Sem sentir teu cheiro
O mundo é sem odor
Perco-me no nevoeiro
As rosas nunca têm cor.

Sem beijar teus lábios
Minha boca logo cala
Silenciam dizeres sábios
A canção não me embala.

Sem ti em minha vida
Não preciso mais viver
Te amo minha querida
Hei de amar até morrer!