segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Momento lírico 327

EU SEM VOCÊ!
(Karl Fern)

Eu sem você
Sou mar sem vaga
Uma luz que apaga
Quando escurecer.

Eu sem você
Sou fonte sem águas
Um poço de magoas
Das dores a mercê

Como é triste caminhar sozinho
Depois de conhecer seu carinho
Depois de tanto ter amado você
Ando em um limbo de amarguras
Contanto imagens de desventuras
Vendo a tristeza me enlouquecer.

Eu sem você
Sou noite sem luar
Sem estrelas a brilhar
Até o dia amanhecer

Eu sem você
Não sou mais nada
Sou alma despedaçada
Espantalho do padecer

Restou a dor pra chorar baixinho
Deixando lágrimas pelo caminho
Uma canção que não posso cantar
Pois minha voz rota e soluçante
Não sai desse coração suplicante
Presa neste peito a me torturar.