quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Momento lírico 324

O AMOR
(Karl Fern)

Mais sublime dos sentimentos
Nem sempre é só de alegrias
Também tem seus momentos
Com dores e de melancolias.

Quem ama constrói fantasias
Em vasto oceano de purezas
Mas entre ondas e calmarias
Temos sargaços de tristezas.

No amor com suas nobrezas
Pra vivê-lo com intensidades
Esqueça instantes de rudezas
E guarde todos de felicidades.

Em um cabedal de saudades
Um mar de espumas permeia
Se a distância trouxer maldades
Como ondas morram na areia.

Numa luz de luar que clareia
As brumas do mar inspirador
E no barulhar da maré cheia
Fortaleça seu peito sonhador.

Certa vez um poeta cantador
Numa canção meiga e triste
Cantou num tom consolador
“O amor sem dor não existe”!