sábado, 18 de outubro de 2014

Abraão - Patriarca da fé

Abraão é um personagem bíblico do qual se desenvolveram três das maiores vertentes religiosas da humanidade: o judaísmo e mais adiante o cristianismo e o islamismo. É o primeiro dos Patriarcas bíblicos e fundador do monoteísmo dos hebreus e acredita-se que teria vivido mais provavelmente entre os séculos XXI e XVIII antes de Cristo..
A Bíblia narra que houve uma guerra em que quatro reis aliados atacaram a Palestina, e levaram Ló cativo com toda as suas riquezas. Sabendo disso, Abraão os perseguiu até as proximidades de Damasco, libertando Ló e sua família e o povo de Sodoma. As suas batalhas e conquistas tornaram-se conhecidas em toda aquela região, fazendo de Abraão um líder muito respeitado.
Informações não bíblicas dizem que Abraão se tornou o dirigente militar de mais onze tribos vizinhas de onde todos pagavam tributos – o chamado dízimo. Abraão tinha a intenção de formar um estado poderoso em toda a Canaã, mas não conseguiu.
Quanto a sua descendência, sendo Sara estéril e pretendendo dar um filho a seu marido, ofereceu sua serva egípcia Hagar para que gerasse o primeiro filho de Abraão. Hagar então gerou a Ismael. Porém, antes mesmo do nascimento de Ismael, surgiram conflitos entre Hagar e Sara.
Porém por Graças de Deus, Sara finalmente engravidou. Com o nascimento de Isaque, os conflitos entre Hagar e Sara só aumentaram e Abraão resolveu despedir sua serva junto com o seu filho Ismael que seguiram em peregrinação pelo deserto de Parã, e assim é considerado pelos muçulmanos como o ancestral dos povos árabes.
A Bíblia registra uma segunda núpcia de Abraão após a morte de Sara. Com a união de Abraão e Quetura, foram gerados mais seis filhos, dando origem a outros povos, inclusive os midianitas.
Fonte: SÓ BIOGRAFIAS & outros