quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Momento lírico 311

ADORAÇÃO
(Karl Fern)

Adoro teus cabelos doirados
Soltos e tocados pelo vento
Deliciando meu pensamento
Pelos bailarinos assanhados
Como se fossem fios alados
Reluzentes a cada momento.

Adoro teus olhos brilhantes
Dois rubis finos e multicores
Olhando-me pleno de amores
Puros e lapidados diamantes
Como duas pérolas rutilantes
Em um ramalhete de flores.

Adoro teus lábios risonhos
Sôfregos por beijos molhados
Numa boca de risos delicados
Sumiço de tempos tristonhos
Como objeto de meus sonhos
Delírio em sonos acordados.

Adoro tuas covinhas do rosto
Que enfeitam tua face linda
Pondo-a mais cativante ainda
Quando ris com amável gosto
Como enredo poético posto
São versos de poesia infinda.

Adoro te tocar todos os dias
Sussurrar de amor abraçado
Envolver teu corpo excitado
Manhãs quentes, noites frias
Como Deus me deu garantias
Adorar-te nunca será pecado!