sábado, 10 de maio de 2014

Hipertensão

A hipertensão é caracterizada pelo aumento da força com que o sangue flui pelas artérias, a hipertensão arterial faz com que o coração precise se esforçar mais, de forma a bombear todo o sangue necessário. Esse esforço maior que "empurra" o sangue para frente resulta em lesões na parede das artérias, aumentando o risco de doenças cardiovasculares, como infarto e AVC, insuficiência renal e glaucoma. Atualmente, a hipertensão atinge em média de 30% da população brasileira, afirma a Sociedade Brasileira de Hipertensão. Além disso, a hipertensão é responsável por 40% dos infartos, 80% dos casos de AVC e 25% dos casos de insuficiência renal terminal.
A Sociedade Brasileira de Hipertensão estima ainda que 50% das pessoas tem pressão alta e não sabem disso, e dos que sabem apenas 25% são aderentes ao tratamento. Para quem já sofre com a doença, é essencial buscar tratamento adequado e controlar a pressão adequadamente, pois só assim é possível prevenir as complicações. Mas mesmo quem é diagnosticado muitas vezes não segue os cuidados médicos adequados. É essencial lembrar que no tratamento da hipertensão, álcool e sal em excesso anulam efeito de medicamento, assim como ignorar medicamentos e não tratar doenças relacionadas aumentam risco de complicações.
Se você está no grupo que precisa tomar a medicação, o tratamento deve ser seguido à risca - ainda que você não esteja sentindo nenhuma melhora significativa. Porém só o medicamento não faz milagres. Não há remédio que consiga segurar, sozinho, a hipertensão de um paciente que convive com outros hábitos nocivos à saúde do coração e artérias. Obesidade, tabagismo, alcoolismo e sedentarismo são, juntamente com uma dieta pouco saudável, os maiores vilões da doença.
Também existem diversos remédios que podem aumentar a pressão arterial: antidepressivos, anticoncepcionais orais, anti-inflamatórios, corticoides, sibutramina e dilatadores nasais são alguns exemplos de medicamentos que alteram a pressão arterial. Por isso, é de extrema importância que se consulte um médico antes de começar a tomar qualquer tipo de medicamento.  Também é de extrema importância que você diga ao médico quais medicamentos você está tomando, para que ele possa te orientar da melhor forma.
Fonte: MINHA VIDA (via newsletter)