terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Atividade física em excesso

Ao longo dos anos a atividade física em excesso pode levar a perda da força natural e resistência, poia a atividade física em excesso causa acúmulo de radicais livres. Radicais livres são frações de moléculas, fragmentos, que resultam de todo o processo da produção de energia pelo tecido muscular. Eles são extremamente instáveis e sua ativação causa lesão do tecido muscular. O metabolismo exigido na produção de energia para atividade física termina na formação desses radicais livres, além de outras moléculas, mas somente o excesso de exercícios, atividade física intensa e prolongada, faz com que o seu acúmulo seja prejudicial à saúde.
A atividade física em excesso pode levar ao acúmulo desse radicais. Estes danos podem ser permanentes e se agravam com a perda natural da força e resistência ocorrida com o passar dos anos. Como consequência, há fadiga e perda de força que é maior do que a produzida pelos trabalhos concêntricos, movimento a favor da contração do músculo, embora estes em excesso possam trazer efeito semelhante. Um exemplo disso é o cotovelo que se abre para fora quando a pessoa carrega muito peso.
Outro ponto principal a ser esclarecido é a ação do oxigênio, ou da falta dele. A atividade física intensa e prolongada impede o adequado aporte de oxigênio, mais uma causa de estresse na produção de energia pelo músculo. Este fenômeno leva a uma menor produção de antioxidantes como as vitaminas A, E, C e de elementos como o zinco e magnésio, essenciais no bloqueio da indesejada ação dos radicais livres.
Excluindo carências nutricionais e doenças, basta que a atividade física seja de intensidade moderada em seu volume semanal para prevenir o problema. Portanto não se deve realizar treinos por um período maiores do que o qual estava habituado, mais extenuantes do que o normal e mais de três vezes por semana. Deve-se praticar atividade física moderada e regular para que esses radicais livres sejam naturalmente combatidos pela produção adequada de antioxidantes e o praticante continuar usufruindo tudo o que de bom o exercício traz para o nosso organismo. Além disso, mantenha uma dieta balanceada com grande variedade de alimentos. 
Fonte: MINHA VIDA (via newsletter)