sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

AVC x Mudanças no clima

Alterações de temperatura podem elevar o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), especialmente quando está mais frio. Seres humanos têm mais probabilidade de ter um AVC e morrer em decorrência dele em ambientes onde há grandes mudanças na temperatura e alta umidade.
Entretanto, o clima mais quente reduz o risco de se precisar de um tratamento hospitalar e melhora as chances de sobrevivência. Já temperaturas mais baixas podem provocar acidentes vasculares devido à exposição ao frio, o que pode acarretar desde aumento da pressão arterial e a retração dos vasos sanguíneos, o que resultaria na coagulação de plaquetas.

Depois de examinar uma amostra de 134.510 pessoas acima dos 18 anos que foram internadas em hospitais entre 2009 e 2010 para tratamento de acidente vascular cerebral isquêmico – o tipo mais comum, causado por um coágulo sanguíneo que bloqueia o fluxo de sangue levado para o cérebro, pesquisadores da Escola Yale de Saúde Pública, EUA, compararam as informações com dados sobre o clima, incluindo temperatura e ponto de orvalho – indicando maior umidade do ar – à época. Eles descobriram que grandes variações diárias de temperatura e maior umidade média foram associadas com taxas altas de hospitalização.
Fonte TERRA

Sensor nas fraldas

Um invento japonês promete facilitar a vida dos pais de bebês e crianças pequenas: um sensor descartável que pode ser inserido em uma fralda e avisar o momento da troca. O circuito flexível integrado, impresso em filme plástico simples, usa materiais orgânicos. Além do uso em fraldas infantis, a tecnologia pode ser aplicada também em fraldas geriátricas, campeãs de venda no Japão, país com uma grande população de idosos.
As fraldas comuns mudam de cor para indicar quando estão molhadas, mas ainda exigem tirar a roupa do usuário para se checar a necessidade de troca. Com a percepção eletrônica, será possível saber a necessidade de troca sem precisar despi-lo.
O protótipo do sistema desenvolvido também poderá ser usado para monitorar umidade, pressão, temperatura e outros fenômenos capazes de alterar a resistência elétrica. A flexibilidade de uma camada única de filme plástico reduz o desconforto dos usuários, o que significa que pode ser aplicada em um número maior de lugares, oferecendo grande potencial a médicos e cuidadores de monitorar o bem-estar de crianças, idosos e doentes.
Fonte: G1


Momento lírico 245


INSEPARÁVEL AMIGO
(Karl Fern)

Pensei te fazer homenagem
Agradecer-te por tudo que faz
Mas em rimas não sou capaz
Depois de extensa triagem
O berço de minha linguagem
Nenhuma rima tua me traz.

Objeto sumamente atraente
És também muito importante
Pra mim poderoso gigante
Necessário pra toda gente
Companheiro da boa mente
Tesouro amado e cativante.

Foste criado pra ser eterno
E pra nunca mais perecer
Carregar o mundo do saber
Do mais antigo ao moderno
Do conflitivo até o fraterno
Ajudar quem a ti conhecer.

Contigo se aprendem lições
És amigo de horas amargas
Atenuante nas dores largas
Conselheiro de boas vocações
Criador de vastas emoções
Alívio de enfadonhas cargas.

Tua riqueza não tem limite
Mensageiro para o coração
Seguidor no ócio e na ação
Ter-te é sempre um convite
Consumir-te ufana o apetite
És o LIVRO, bendita criação!