terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Sem palavras!


Exames x Jejum

Nem todo exame precisa de jejum. Existem, sim, alguns exames em que o jejum de 12 horas é necessário, mas esses são uma minoria. O jejum precisa ser feito porque os valores de referência dos exames de laboratório foram estabelecidos em seres humanos dentro desse estado de jejum.
A melhor maneira de minimizar fatores que possam interferir nos valores é manter o jejum para testes que sofrem interferência da alimentação no resultado. Entretanto, nem todos pedem um jejum de 12 horas. Alguns exames necessitam de oito horas de jejum, outros de três horas, e tem aqueles que não necessitam de jejum.
Há dois exames em que o jejum deve ser feito com certeza: a dosagem de glicose no sangue (glicemia) e dosagem do perfil lipídico (colesterol e triglicérides). Nesses casos, o jejum de oito e 12 horas é necessário porque é o tempo que o organismo leva para metabolizar glicose e gordura, respectivamente.
Uma dica para não ficar horas sem comer é marcar os exames pela manhã, uma vez que o paciente passará boa parte do jejum dormindo. Lembrando que se pode ingerir água durante o período de jejum, mas não em grandes quantidades. Também não se deve passar mais de 14 horas em jejum, pois a partir desse período o metabolismo começa a ficar alterado.
Fonte: MINHA VIDA-SAÚDE (por e-mail)