sábado, 1 de fevereiro de 2014

Saúde dos cabelos

Entre os hábitos que destroem o cabelo estão o mau uso de produtos e até a falta de cuidado ao pentear. Pontas duplas, raiz muito oleosa, fios quebradiços, corte com muito volume, caimento sem graça... A lista de reclamações é enorme, mas nada de ficar culpando a genética pela sua insatisfação. Frequentemente são os efeitos do desleixo. Aqui são anunciados quais são os cuidados para se livrar dos perigos que mais destroem os fios e como fazer para um acordo de paz com a escova.
1 - Nunca deixar resquícios do condicionador no cabelo. É costume deixar resquícios do produto pra o cabelo ficar macio e escorrer pelo pente debaixo do chuveiro. Mas não enxaguar adequadamente os fios vai danificar a estrutura capilar e impedir que as escamas sejam seladas.
2 - Não usar máscara hidratante na praia. Esses produtos, além de não formarem uma capa contra os raios ultravioletas, têm um tempo de permanência e excedê-lo queima os fios e enfraquece os cabelos. O ideal é passar um creme sem enxágue com proteção solar.
3 - Prender os fios molhados por muito tempo.  Esse descuido faz juntar fungos e criar caspa, além de enfraquecer a raiz e provocar a queda. Usar um leave-in e evitar o vento enquanto a cabeça não seca são medidas cruciais para evitar o cabelo armado demais.
4 - Passar chapinha no cabelo molhado: gravíssimo! Antes de usar a prancha, secar bem os cabelos, pois nem úmidos eles podem estar.
5 - Cortar no máximo a cada três meses. A não ser que o cabelo demore muito para crescer, ficar mais tempo sem corte faz as pontas passar a se abrir e a quebrar com facilidade.
6 - Desembaraçar com escovas maleáveis demais. Os especialistas recomendam um pente com dentes bem largos e firmes ou uma escova do tipo raquete, mais resistente, pois além de quebrarem os fios, as cerdas moles são de manuseio mais difícil.
7 - Nunca descuidar na hidratação, fazendo-a mensalmente, no mínimo. O procedimento tem a capacidade de dar leveza e nutrir os cabelos, recuperando a maciez, o brilho e o aspecto saudável deles. Mesmo os fios oleosos merecem hidratações, feitas com produtos específicos.
8 - Cuidado no excesso e tratamentos. Relaxamento, coloração, progressiva, luzes,... tudo isso junto deixa os fios porosos e fracos demais, arrebentando todas as pontas: é preciso escolher dois tratamentos, no máximo.
Fonte: MINHA VIDA  (via newaletter)


Extintores de incêndio


Os extintores de incêndio são recipientes com substâncias capazes de apagar um foco de fogo no seu início e, efetivamente, apenas no seu início.  A proteção por EXTINTORES é obrigatória e deverá ser efetivada por unidades extintoras que possam ser alcançadas e carregadas manualmente em até 15 metros de percurso. Normalmente é composta de extintores de pó químico, de água pressurizada e de gás carbônico, em condomínios residenciais e lojas comerciais.
Cada um desses extintores deve ser usado para um tipo de fogo ou situação. Por exemplos: ambientes abertos não energizados – água; combustíveis e placas elétricas – pó; ambientes pequenos e fechados – gás. Os três extintores podem ser substituídos por um único, o chamado PQS-ABC, porém mais caro.
Será que você já usou ou viu como manusear um extintor? Eles não são tão simples assim e se manuseados inadequadamente podem ser perigosos e causarem acidentes fatais. E não adianta ter estes equipamentos se você não souber usá-los. Sua presença, sem se saber manuseá-los, representará apenas uma falsa proteção.
Portanto se você não souber como e quando usá-los, é melhor pedir ao síndico de seu condomínio, por exemplo, pra ele convidar o Corpo de Bombeiros para fazer uma demonstração e mostrar como manuseá-los na hora que se fizer necessária.
Isso pode ajudar você a salvar seu patrimônio e até a sua ou outras vidas! E sempre que for comprá-los verifique se as instruções estão legíveis na embalagem, assim como  a data de validade! Pense nisso!