terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Momento lírico 231


2 0 1 4
(Karl Fern)

Que venha com calorosas festas
Doces encontros, vastas alegrias
Fortes abraços, mágicas fantasias
Que se percam todas as arestas
Maldades afundem pelas frestas
Renovem-se luzes em novos dias.

Não haja ausência de um sorriso
Promessas e desejos alcançados
Sinceros amigos por todos os lados
Sem tristeza e nenhum prejuízo
Cada um viva como num paraíso
Que todos se sintam mais amados!

Que o mundo seja mais fraterno
Não falte o perfume das flores
Sigam os idílios dos sonhadores
Tudo de belo nos pareça eterno
Que cada coração seja mais terno
Surjam mais amantes e amores!


Estresse!


A filosofia da saúde holística reconhece que o corpo e a mente estão interligados e que um pode afetar o outro caso algum dos dois se encontre em desarmonia. Embora não seja possível evitar os fatores de estresse que nos cercam nas atividades diárias, há meios práticos de restaurar o equilíbrio sem recorrer a estimulantes ou intervenções médicas. Veja aqui 5 dicas para combater o estresse!
1 - Rir
O riso interrompe os pensamentos negativos, reforça o sistema imunológico, relaxa os músculos e estimula a liberação de endorfinas, que são substâncias químicas cerebrais relacionadas ao bem-estar.
2 - Atividade aeróbia
Ajuda a metabolizar os hormônios do estresse produzidos quando estamos irritados ou tensos. Quando fazemos exercícios ao ar livre, o ar fresco e o sol também podem melhorar o humor.
3 - Respiração
Quando estamos tensos, não respiramos fundos e as respirações superficiais contribuem para a ansiedade. Uma dica: tente respirar a cada 6 segundos ou 10 vezes por minuto. Faça isso duas vezes por dia, 10 minutos por sessão e terá criado um hábito saudável.
4 - Ser cuidadoso
Se você não suporta aglomerações, por exemplo, reorganize sua agenda de modo a evitar sair na hora do rush. Se a papelada em cima da mesa incomoda, que tal tirar um tempo para arrumá-la?
5 - Medicamentos
Tomar remédios contra os efeitos do stress, muitas vezes pode ter efeito contrário. Remédios para dormir, por exemplo, podem provocar um efeito “ressaca” no dia seguinte. Já os para hipertensão e xaropes podem ter efeitos colaterais inesperados, como insônia.
Fonte: REVISTA SELEÇÕES (http://www.selecoes.com.br/)