quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Alimentos anticancerígenos

Nestes tempos em que tanto ouvimos falar em vítimas desta horrorosa doença maligna,  um estudo publicado na edição de dezembro de 2011 do British Journal of Cancer apontou que 45% dos casos de câncer em homens e 40% dos casos de câncer em mulheres poderiam ser evitados com a adoção de hábitos de vida saudáveis.
Dentre esses hábitos, um que se destaca é a alimentação. Uma dieta equilibrada previne não só o desenvolvimento de um câncer, mas de outras inúmeras enfermidades. Alguns alimentos, entretanto, apresentam destaque quando o assunto é combater a multiplicação de células doentes, entre eles são apontados:
1 - Brócolis
Comprovada atuação dos brócolis na prevenção do câncer de próstata e de mama;
2 - Chá verde
Evita formação de coágulos nas artérias, combate do câncer de próstata e de pulmão.
3 - Alho e cebola
Reduz o risco de câncer de intestino e de pâncreas.
4 - Tomate
Na prevenção do câncer de próstata. É preferível comer o tomate após o aquecimento e acompanhado de uma gordura, como o azeite, para facilitar a absorção da substância pelo organismo. Molho de tomate, portanto, é a melhor escolha para obter o nutriente.
5 - Cenoura
Eficaz principalmente na prevenção do câncer de mama, acerola, abóbora e manga são outras boas fontes substitutas.
6 - Uva
A casca e a semente da uva são eficientes na prevenção do câncer provocado pelo estrogênio. Não é recomendado obter o nutriente bebendo vinho, pois o álcool pode anular os efeitos anticancerígenos do alimento.
7 - Frutas vermelhas
A framboesa e a amora são ricas em antocianinas, o consumo desses alimentos reduzem o risco de desenvolver câncer de boca, câncer de mama, câncer de cólon e câncer de próstata.
Fonte: MINHA VIDA  (via newaletter)


Alimentos falsos: “cereja em calda”

Você sabia que alguns alimentos são modificados pela indústria alimentícia para baratear o seu custo? Porém, muitas vezes o consumidor desconhece quais são essas alterações. Por exemplo: Você sabia que a cereja em caldas pode ser chuchu?
Fique atento, por exemplo, quando for consumir cerejas em calda, algumas vezes o alimento pode ser bolinhas de chuchu embebidas em groselha ao invés da fruta. A vantagem é enorme, pois em média o quilo da cereja custa cerca de R$ 45,00 e o chuchu R$ 2,00!
A cereja é mais saudável por ser rica em antocianinas, que possuem ação antioxidante, e em fibras, que contribuem para melhorar o trânsito intestinal. A substituição industrializada pelo chuchu não é interessante para a saúde devido à quantidade de açúcar e corantes que leva em sua preparação.
Para não se confundir na hora da compra é importante checar a embalagem. Caso não seja possível ver o rótulo, note o aspecto do alimento. Observe se a suposta cereja tem caroço, se for do tipo sem caroço, cheque se as bolinhas têm a concavidade em que ficava a semente.
Além da cereja natural, outros substitutos saudáveis para o alimento são as frutas vermelhas no geral. Isto porque, assim como a cereja, elas contam com propriedades antioxidantes e são ricas em selênio, que faz parte da estrutura de mais de 20 diferentes proteínas que têm como algumas funções proteção contra o estresse oxidativo e regulação de ação de hormônio tireoidianos. Estes alimentos também possuem vitaminas C, que melhora a imunidade e previne doenças cardiovasculares, e E, que tem ação antioxidante e assim combatem os radicais livres. 
Outros exemplos de alimentos falsos:
A pipoca na manteiga na realidade por ter óleo de soja
O suco na realidade pode ser um néctar ou refresco
Pão integral pode ter mais farinha comum do que integral
Os iogurtes gregos podem conter espessantes
Kani kama não possui siri, mas sim peixe e corantes
O delicioso chocolate pode ser outro doce
Fonte: MINHA VIDA  (via newaletter)