quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Momento lírico 200

SOLUÇOS DE SAUDADE
(Karl Fern)

Olhei um casal de passarinhos
Trocando bicadas de carinhos
Sobre fino galho empoleirados
Naquele incipiente brilho do sol
Sob o claro do colorido arrebol
Piando juntinhos apaixonados.

Saindo da frieza da madrugada
Acordaram com toda passarada
E alegres aqueciam suas penas
Antes de partirem em revoada
Por sobre ou dentro da ramada
Trinavam matutinas cantilenas.

O mundo era todo mais bonito
Tudo em volta ia até o infinito
Arvoredo com paz e felicidade
Podiam levantar voo pelo céu
Bater asas e voar livre ao léu
Como é belo amar de verdade.

É tão bom ter nosso cantinho
A amada aquecendo de carinho
Nosso corpo na fria madrugada
Sentir o pulsar de seu coração
Soando como melodiosa canção
Mesmo que ela siga calada!

Debruçado na varanda sombria
Insone começando aquele dia
Vendo pássaros em felicidade
Lembrei que também fui assim
Outrora tive um amor só pra mim
Hoje vivo refém dessa saudade.

Recitei a magia de um passado
Que tinha alguém ao meu lado
Senti quão minha vida 'tá vazia
Uma lágrima turvou meu olhar
Verteu pelo meu rosto devagar
Regendo meu soluço de agonia.
Fonte: MINHA RIMAS II