segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Amebíase

Dos parasitas que podem ser ingeridos através da água, destaca-se a Entamoeba histolítica, causadora da amebíase e suas complicações. A Entamoeba histolítica é encontrada sobretudo em países quentes e em locais onde existem más condições sanitárias. É uma das principais doenças relacionadas com a água e seus agentes
A amebíase é uma doença originada por ameba que é um animal protozoário, rizópode, da ordem dos amebinos, gêneros Amoeba Ehremb., Endamoeba Leidy e outros. Locomove-se e alimenta-se por meio de pseudópodes.
Também chamadas de amibas,a s amebas são de vida livre, comensais ou parasitas. A espécie Endamoeba histolytica Schaudimm é a causadora da disenteria amebiana. Esta parasitose é de ocorrência em qualquer região do mundo sendo mais comum em climas quentes e úmidos. É encontrada na África, América, Ásia e Oceania.
Na América Latina é considerada endêmica. No Brasil esta parasitose é encontrada praticamente em todos os estados. Além de disenteria amebiana, a colite amebiana pode provocar dores abdominais, astenia, lassidão e emagrecimento. Na maioria dos casos não é uma doença grave, porém nas infecções muito intensas pode levar a morte.
É uma doença curável na maior parte dos casos, porém o tratamento tem de ser intensivo e supervisionado por especialista. Medidas sanitárias e cuidado com os alimentos, principalmente os ingeridos crus, como as verduras.
Fonte: FERNANDES, C & FEITOSA, N. - ABASTECIMENTO DE ÁGUA – PEASA, UFPB, 1990


Prós e contras dos refrigerantes light, diet e zero!

Alvo de polêmica quando o assunto é alimentação saudável, aqui apresentamos algumas respostas dos especialistas sobre algumas dúvidas:
1 - Tanto o light quanto o diet são refrigerantes de baixa caloria é isento de açúcar e praticamente não apresentam diferenças - ambos são livres de açúcar e de calorias - com exceção das versões de frutas que apresentam valor calórico de 5Kcal, aproximadamente;
2 - Refrigerantes light e diet, sozinhos, não provocam o aumento de peso, mas, ainda assim, devem ser consumidas com moderação (200 ml por refeição) para não substituir o consumo de outros alimentos e bebidas que sejam mais ricos em nutrientes, como suco de frutas;
3 - As vantagens do refrigerante intitulado "zero" são basicamente as mesmas vantagens da versão light ou diet;
4 - Refrigerantes de baixa caloria contêm maiores teores de sódio e podem chegar a mais que o dobro do que os dos comuns;.
5 - O suco de polpa é mais indicado para substituir o refrigerante de baixa caloria, pois os industrializados também são fontes de corantes, aromatizantes e conservantes;
6 - Refrigerante light com adição de vitaminas na fórmula pode ser consumido em maior quantidade, mas as vantagens são muito pequenas, além de que essa versão pode até conter menos sódio.
CONCLUSÃO: Os refrigerantes de baixa caloria não estão liberados na dieta e são considerados grandes vilões da alimentação. Na verdade é consenso entre nutricionistas que nenhum refrigerante traz benefício algum ao organismo. Um grande problema é que essa bebida gaseificada substituindo o suco natural, por exemplo,  pode deixar a pessoa com carência de nutrientes.

Fonte: MINHA VIDA (por newsletter!)