terça-feira, 16 de julho de 2013

Momento lírico 175

AMOR PRA SEMPRE
(Karl Fern)

Esse amor ingênuo e belo
Faceiro, tenaz, singelo
Um vendaval consoante
Cio de perene prazer
Num alvissareiro querer
Uma ansiedade constante.

Sagaz desejo candente
Uma querência paciente
De envolvente sinfonia
Cederam pudicos laços
Invadiram-se os espaços
Das pétalas da euforia.

Suplicante na memória
Reinos de lúdica glória
Sonhos de amor sincero.
Esse sentimento colosso
Escapar dele não posso
Abdicar dele não quero.

Flagrante fotográfico!

Não somos amigos de infância,... 


...mas somos amigos para sempre!