domingo, 24 de março de 2013

Momento lírico 152


NUVEM PASSAGEIRA
(Karl Fern)

Nas cinzas da fria explicação
Surgiu uma resposta de efeito
Acendeu-me dentro do peito
Ardente chama da decepção
Causou-me dolorosa aflição
Aquela espiral de fingimento
Inconcebível, sem sentimento
Fiado em uma aura espectral
Desabou como um temporal
Com fortes rajadas de vento.

Sumiu do meu firmamento
Qualquer sonho imaginário
Um clique fatal e temerário
Mortal antes do nascimento
Foi um passageiro momento
Que nem começou vingando
O canto da sereia minguando
Sem ter alguém, encantado
Sem nem deixar um passado
Que pudesse ficar lembrando.

Assim sigo feliz caminhando
Compondo poesias e poemas
Amor e carinho como temas
Com minhas frases rimando
Cantando, rindo e sonhando
Curtindo a beleza das rosas
Admirando pétalas sedosas
Com meu coração romântico
Sempre vergando ao cântico
Das mulheres mais mimosas!