sexta-feira, 1 de março de 2013

Mentiras que consolam ou autoconsolam

Desde pequeno que ouço algumas frases ditas e repetidas e que sempre deixam a gente olhando para o sujeito e sabendo que intimamente ele está mentido ou se autoconsolando. Normalmente são de uma hipocrisia tamanha que se tornam cômicas, pois o  sujeito diz com se fosse a coisa mais séria do mundo!! Vejamos algumas delas!
- É dos carecas que elas gostam mais! (Não tenha dinheiro pra ver o que vai sobrar pro careca!)
- A terceira é a melhor idade! (É! E pensando: Ah se eu tivesse 20 anos!)
- Não quero tirar o prêmio da Mega sozinho! (Eu sei! Ninguém quer!)
- Odeio dinheiro! (Eu também, principalmente porque ele vive fugindo de mim!)
- Tou liso, mas estou feliz! (Acredito! Veja uma cédula de cem no chão e se faça que nem viu...)
- Meu candidato perdeu! Foi melhor assim! (E pensando: Só ganhou porque comprou  votos!)
- Prefiro andar a pés! (Dentro de casa eu também não faço questão!)
- Nunca “espiei” o Big Brother! Quem é esse tal Bial? (Vou só olhar quem tá no paredão!)
- Prefiro banho frio, mesmo no frio! (Quando falta energia tem gente lavando só os pés...!)
- Meu time perdeu, mas jogou mais bonito! (Putz! Juiz LADRÃO!)
- Isso é melhor do que queijo com doce! (É o jeito! Só tem isso mesmo pra comer!)
- Chocolate é muito ruim! (Muito mau mesmo pra quem tá de bolso vazio!)
- Eu não queria ter uma vida como a de Roberto Carlos (Ai! Essa dói demais!)
- Eu prefiro ser pobre (Essa é o máximo! Vou parar por aqui!)
Por KARL FERN

Momento lírico 144


SEMPRE QUE VOCÊ ME ABRAÇA
(Karl Fern)

Sempre que você me abraça
Infiro-me num redemoinho
Constato enorme carinho
Mesmo no meio da praça
É como saborear uma taça
Do mais lúdico e puro vinho.

Em meus braços lhe aninho
Com profunda felicidade
Abandono toda a saudade
Se já doía um pouquinho
Pois qualquer tempo sozinho
Sem você é uma eternidade.

Some apressada a ansiedade
Num vendaval alucinante
O coração bate galopante
Sucumbo a sua sensualidade
Sinto uma brisa de suavidade
Soprar afável de seu semblante.

Venero sua voz balbuciante
Meu corpo mais se enlaça
Ao redor tudo se embaça
Nesse instante deslumbrante
Meu amor fica mais vibrante
Sempre que você me abraça!