terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

E haja carnaval...

 Até quando vamos ter que engolir esta
malandragem e deixá-la impune!


Humor: O "causo" de Seu Paulino e a mendiga!

Contada por “Caboquim”, neto do saudoso Paulino Chapeleiro. Disse que aconteceu na bodega de Chicó de Dona Nathércia, no antigo mercado púbico de Jardim do Seridó! Estavam a conversar alguns populares quando chegou uma mulher com três meninos pequenos e ainda barriguda, com aquela conversa de sempre!
Ela - Os sinhô pode me dá uma ajuda, pois o pai desses meninos é um vagabundo. O dinheiro que ganha bebe de cachaça e hoje eu num tenho nada em casa pra eles comer”.
Aquele mal-estar geral de ouvir aquela “latomia” da barriguda e ainda com aqueles três inocentes famintos... Foi aí que entrou na conversa Paulino “Chapeleiro”, conhecido e folclórico gozador da cidade.
Ele falou pra ela: - Se eu fosse mais novo eu ia tomar a senhora desse seu marido vagabundo!
Ela interessada perguntou: - O senhor é casado?
Ele respondeu de imediato: - Não senhora, sou viúvo! Que Deus a tenha!
Ela: - E ela morreu de que?
E ele como sempre com suas saídas, falou: De fome!!!
Aí ela não quis mais conversa e se mandou...