sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

O abridor de latas

   É uma ferramenta comum que serve não só para abrir embalagens metálicas de alimentos que são vendidos enlatados, mas também é utilizada em muitas oficinas e estações de serviço para abrir latas de óleos, cola e outros produtos. Há uma grande variedade deste utensílio, desde o tipo mais simples e sem partes móveis até aos mais comuns que possuem uma lâmina circular que roda com uma manivela (ou com um motor eléctrico), ao mesmo tempo que uma roda dentada faz mover a lâmina à volta da lata.
O curioso da história do abridor de latas práticos só foram inventado quase meio século depois das primeiras latas de conservas aparecerem no mercado. A necessidade de transportar alimentos para as tropas no front de guerra foi a motivação para o surgimento deste tipo de acondicionamento. A primeira fábrica inglesa de enlatados, fundada em 1812 pelo engenheiro civil e industrial inglês Bryan Donkin (1768-1855), colocava em seus produtos uma etiqueta informando aos consumidores que para abrir as latas era necessário cortar ao redor do topo, junto à borda, com um cinzel e um martelo. Isto acontecia porque as primeiras latas possuíam grossas paredes de ferro que para serem abertas exigiam o uso do cinzel e do martelo. No caso dos soldados com a ponta da baioneta ou o tiro do fuzil. Em 1833, um francês de nome Angibert propôs alterações que permitissem abri-las derretendo a solda em torno da tampa. Outro francês, conhecido como Bonvert, sugeriu um arame de aço soldado entre a tampa e o corpo da lata para ser removido por aplicação de calor.
Os primeiros abridores de latas eram mecanismos complicados, usados pelos empregados das lojas, que abriam a lata antes de entregá-la ao cliente como o de Ezra Warner, de Waterbury, no estado estaduniddense de Connecticut. Era um aparato volumoso e impressionante, que se parecia, em parte com uma baioneta e em parte com uma foice. Introduzia-se sua grande folha curva na borda da lata e empregando a força, fazia-se com que ela deslizasse sobre toda a lateral. Uma distração poderia gerar sérios acidentes. O abridor tal como utilizamos hoje, com uma roda cortante que gira ao redor da borda da lata, foi inventado pelo americano William Worcester Lyman (1821-1891), que o patenteou em 1870. A Star Can Opener Company, de San Francisco, aperfeiçoou esse aparelho, agregando-lhe uma roda dentada, denominada roda alimentadora, graças à qual a embalagem girava pela primeira vez em sentido contrário à roda. Este princípio básico segue sendo utilizado até hoje e foi a base do primeiro abridor de latas elétrico, patenteado em 1931.
O abridor de latas mais prático surgiu quando as latas se tornaram mais leves, quando as embalagens começaram a ser feitas de estanho, em meados do século XIX, e a abertura ficou mais fácil. Foi quando o inglês Robert Yates patenteou um abridor conhecido como "cabeça de boi" (1858), uma lâmina de aço presa num corpo de ferro fundido. O de roda cortante foi inventado por William Lyman, em 1870.
Fonte: SÓ BIOGRAFIAS e outras!