domingo, 27 de janeiro de 2013

Momento lírico 128

ROSAS MIMOSAS
(Karl Fern)

Primorosas joias da natureza
Virginais, coloridas e graciosas
Mágicas, atraentes e viçosas
Com seu perfume e delicadeza
Encantam na alegria e na tristeza
São elas as enigmáticas rosas.

Ainda em botão são formosas
São como comedidas donzelas
Abrem-se multicores e singelas
Exibem suas virtudes airosas
Românticas, lindas, luminosas
Acariciadas parecem mais belas.

Tornam mais lindas as aquarelas
Nas telas enfeitam os trabalhos
Em ramalhetes ou tenros galhos
Suas pétalas reluzem singelas
Solitárias nas vistosas lapelas
Dos uniformes e dos agasalhos.

Banhadas em gotas de orvalhos
Irradiam reflexos brilhantes
Ficam audazes e insinuantes
Mesmo caídas nos assoalhos
Presas em penteados grisalhos
Não deixam de ser fascinantes.

Em proporções semelhantes
As mulheres são como as rosas
Desabrocham sensuais e ciosas
Mostram-se meigas e cintilantes
Angelicais em seus semblantes,
Inconspurcadas e voluptuosas.

Abrem-se fecundas e deliciosas
Exalam seu indelével perfume.
Brilham em seu incrível lume
E se orvalham esplendorosas
Românticas, intensas, mimosas
Com luz própria igual vagalume!


Origem da palavra “carioca''

No século XVI, as águas do Rio Carioca eram as mais puras para se beber e às preferidas dos portugueses e índios, os índios afirmavam que as mulheres que tomasse banho nesse rio, ficavam bonitas e quem bebesse de sua água ficava com a voz boa para cantar.
Em 1503 , em um dos braços desse rio, os portugueses construíram uma casa de feitoria , os índios muito desconfiado com essa casa a chamaram de ''Cari – Óca'' ( Casa de Branco), dano origem assim ao nome Rio Carioca e ao gentílico de quem nasce na cidade do Rio de Janeiro.
Esse rio atualmente só aparece em algumas partes próximas às estação do Corcovado e suas águas são bastantes poluídas , muito diferente das águas limpas e claras admiradas pelos índios e portugueses. Seu contorno original acompanhava a sinuosidade da Rua Almirante Alexandrino em Santa Teresa, pois esta rua a principio foi uma trilha, construída a mando de Portugal para que as águas do rio fosse vigiada contra a poluição.
Texto e Redação: Junior Silva, Guia de Turismo / Equipe Nostalgia Tour (reprodução)

Refrigerantes

Infelizmente o refrigerante é uma a bebida que definitivamente não faz bem ao organismo do consumidor. Confira aqui quais são as principais razões para que se deva parar de tomar – ou pelo menos diminuir o consumo – dessa bebida tão saborosa, tão viciante para algumas pessoas, mas intensamente prejudicial à saúde:
1. A grande quantidade de açúcar faz com o que corpo libere enzimas que podem catalisar a energia proveniente dessa substância e o armazene como gordura, além de forçar o organismo ainda perder vitaminas e minerais;
2. Os dietéticos foram feitos para quem quer emagrecer, mas estudos têm provado que acontece o oposto. Os refrigerantes “zero” e light possuem substâncias que imitam o açúcar, fazendo com que o organismo compreenda que a glicose está sendo absorvida e promova um desequilíbrio no consumo de açúcar posterior;
3. As latinhas de refrigerante são revestidas com uma resina chamada bisfenol, substância que pode afetar diretamente em disfunções hormonais que influenciam desde a obesidade até a ocorrência de câncer;
4. Os refrigerantes mais consumidos no Brasil são os que possuem base em cola ou guaraná. Isso significa o consumo de cafeína, substância responsável por dilatações dos vasos sanguíneos, excitação e liberação de adrenalina e aumento da pressão arterial;
5. As quantidades compostos químicos existentes nos refrigerantes, tais como xaropes, aromatizantes, acidulantes, açúcares, corantes e adoçantes, são compostos que podem ser utilizados até mesmo para dissolver um rato ou ossos.

Só sei que era assim! - 02

Reclame das carrocerias CIFERAL
Fonte: PROF. ADINALZIR (via facebook)


Só sei que era assim! - 01

"Reclame" das pastilhas VALDA

Fonte: PROF. ADINALZIR (via facebook)