segunda-feira, 29 de abril de 2013

Humor: O "causo" do vocabulário


Antônio Dantas, proprietário de um pequeno pedaço de terras no Sítio São Pedro, na divisa dos municípios de Jardim do Seridó com São José do Seridó, é pessoa bastante conhecida e querida por todos que o conhecem. Bom de prosa e desinibido e que com seus mais 80 anos ainda levanta cedo e tomo conta de todos os serviços de sua roça, sempre tem saídas divertidas e comentários jocosos durante suas conversas. Uma personalidade que vale a pena conhecer e conversar!
Quando era mais jovem andou pelo mundo lutando pela sobrevivência e dessa época conta muitos “causos” ocorridos em Minas Gerais, onde mais se demorou.
Logo quando chegou por lá, certo domingo de folga, foi tomar uma numa birosca próxima e, chegando no balcão, pediu para uma mulher que tava atendendo: - Pode botar uma pinga pra mim?
Ela então lhe perguntou: - O senhor é de onde?”
Ele: - Sou do Rio Grande do Norte!
Ela: - Logo vi, porque aqui a gente não diz “bota” e sim “punha”!...
Ele ficou calado, mas logo chegou um outro freguês e olhando para a TV, que transmitia um jogo de futebol, perguntou: - Quem tá jogando?
E ele que também assistia, foi logo dizendo: - É Fluminense e Punhafogo!...


Fotos de barragem de terra e sagradouro de alvenaria de pedras (em construção em 01/2006) no sítio São Pedro, pelo próprio Antônio Dantas (de camisa azul). Fez todo o trabalho sozinho com carroça, galão de carregar água, alavancas, picaretas, foices e ferramentas de pedreiro! Acima a casa do sítio com seus pereiros e umbuzeiros.

Mitologia grega: A lenda de Orfeu

Na mitologia grega, Orfeu era o poeta mais talentoso que já viveu. Os homens haviam ganho dos deuses o dom da melodia, mas não sabiam usá-la. Um dia ele nasceu e completou-se a satisfação dos deuses. Com a lira que ganhou de Apolo, jurou cantar até o fim dos seus dias. Quando tocava sua lira, os pássaros paravam de voar para escutar e até os animais selvagens perdiam o medo. Contava-se que as árvores se curvavam para pegar os sons no vento.
Um dia conheceu a encantadora Eurídice, apaixonou-se e ela por ele. Eles sorriam como se nenhum mal pudesse mudar seu destino, como se estivessem marcados para felicidade eterna. Ambos resolveram casar-se e nos campos da Trácia a festa teve início.
Os olhos do poeta estavam cravados na imagem serena da amada. O rosto delicado, o passo tímido, as formas leves... Cada traço de Eurídice era um motivo a mais para cantar. Euridice feliz resolveu dar um passeio noturno. A lua iluminava seu rosto suave. Seus olhos refletiam paixão e esperança. O riso inocente tornava-a ainda mais bela.
Mas Eurídice era tão bonita que durante o passeio despertou o desejo de um apicultor chamado Aristeu. Ela recusou suas atenções e ele a perseguiu. Tentando escapar, na escuridão ela pisou em uma serpente que a picou mortalmente. Ela gritou enlouquecida, mas naquele momento apenas os pássaros a escutaram. O veneno penetrou pouco a pouco... A virgem ainda pronunciou pela última vez o nome do amodo e morreu.
Pouco depois o poeta encontrou o cadáver da esposa quando sua alma já se desprendera da carne dilacerada pelo veneno fatal. O poeta tentou cantar sua dor, maior que todas as esperanças, mas sua garganta permanecia muda, pois era impossível ressuscitar a amada.
Orfeu ficou transtornado de tristeza. Nada mais teria sentido. A música perdera a razão sem Eurídice. Fitou o Olimpo pedindo resposta e os deuses lhe apontaram o trágico caminho: Descer ao mundo dos mortos, onde já se encontrava a alma dela.
Levando sua lira e cantando para adquirir forças ele iniciou o trágico caminho, o qual nenhum mortal fizera antes, para tentar trazê-la de volta. A canção pungente e emocionada de sua lira convenceu o barqueiro do mundo dos mortos, Caronte, a atravessá-lo vivo pelo rio Estige até a entrado do maldito reino. A canção da lira adormeceu o terrível vigilante, Cérbero, e seu tom carinhoso aliviou os tormentos dos condenados.
Finalmente Orfeu chegou ao trono de Hades.  A agonia da sua música comoveu o rei dos mortos e a rainha Perséfone, implorou-lhe que atendesse o pedido de Orfeu. Hades atendeu seu desejo com um condição: Eurídice poderia voltar ao mundo dos vivos desde que ele não olhasse para ela até que estivesse à luz do sol.
Orfeu partiu tocando músicas de alegria, enquanto caminhava, para guiar a sombra de Eurídice de volta à vida. Já no final do tenebroso túnel ele olhou para se certificar de que Eurídice o acompanhava. Por um momento ele a viu, perto da vida outra vez.  Mas enquanto ele olhava, ela se tornou de novo um fino fantasma e as portas do mundo eterno se fecharam e sumiram impiedosamente.
Seu grito final de amor e penar não foram mais do que um suspiro na brisa que saía do Mundo dos Mortos. Ele a havia perdido para sempre do mundo dos vivos.
Em desespero total, Orfeu se tornou amargo. Recusou o amor de qualquer outra mulher por causa da perda de sua amada. Morto seu corpo foi jogado no rio Hebro, onde ainda se ouviu por algum tempo sua voz cantando, "Eurídice! Eurídice!". Finalmente sua alma reencontraria Eurídice e cantar um amor que foi maior que a morte.
Fonte: DIVERSAS

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Queda capilar

Algumas atitudes fáceis de seguir fortalecem seu cabelo e previnem a queda dos fios de cabelo. Até a alimentação interfere na aparência dos cabelos. Usar o xampu certo, cuidar do couro cabeludo, evitar o estresse, escolher a escova certa, praticar mais exercícios são alguns dos hábitos que fortalecem os cabelos e previnem essa perda que mexe com a vaidade de cada um. 
Leia a seguir alguns procedimentos rotineiros para manter as madeixas mais saudáveis e bonitas:
1) Manter os cabelos sempre limpos, pois deixar o couro cabeludo sujo por mais tempo favorece e agrava a queda de cabelos.
2) Nunca prender os fios molhados, pois o couro cabeludo molhado por muito tempo junta fungos e cria caspa, além de enfraquecer a raiz dos cabelos.
3) Nunca passar chapinha no cabelo molhado. Antes de usar a prancha, seque bem os cabelos. Nem úmidos eles podem estar.
4) Evitar o vento enquanto a cabeleira não estiver seca.
5) Usar escovas com pinos e que tenham bolinhas de massagem nas pontas, pois estas protegem o couro cabeludo e oferecem mais leveza na hora de desembaraçar.
6) Reduzir o estresse e ficar longe da ansiedade. Ficar olhando no espelho à procura de fios novos não ajuda em nada e piora o estresse.
7) Fazer exercícios físicos, pois essa prática libera endorfinas que reduzem o estresse.
8) Evitar o álcool e o fumo, pois são costumes que afetam o metabolismo, um dos fatores que podem levar à queda capilar.
9) Consumir alimentos que contenham nutrientes específicos como os minerais zinco, selênio, cálcio, silício e ferro, as vitaminas E, C e do complexo B, proteínas e grão integrais.
10) Procurar um dermatologista quando o couro cabeludo apresentar caspa excessiva ou descamação, feridas, dor e coceiras.
Fonte: REVISTA VIDA &SAÚDE (http://revistavivasaude.uol.com.br/)


Dona Mozinha!

Minha MÃE! Hoje, 25 de abril de 2013, completando 80 anos! 
Oitentinha! PARABÉNS minha veínha!




Domingo, 22/04/2013

Flagrante captado por Marcos Antonio no John Rock's Bar,
em Jardim do Seridó / RN!
Acho que estávamos comemorando o 
Descobrimento do Brasil...  Não lembro bem! ...


Alimentos: O "ovo"

O ovo foi considerado um vilão da dieta por décadas a fio porque esse alimento fornece aproximadamente 200 mg de colesterol e a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) indica, para prevenção de doenças cardíacas, um consumo diário inferior a esta taxa.
O colesterol é uma substância que é produzida naturalmente pelo fígado e considerada fundamental para o bom funcionamento do organismo. Ele participa da produção de ácidos biliares, que são importantes na digestão das gorduras, e também na síntese de hormônios sexuais que constituem as membranas celulares. Porém, quando se identifica concentrações muito elevadas no sangue, ele contribui para o aumento de doenças coronarianas.
Mas estudos científicos recentes mostraram que onde se acrescentou 4 ovos por semana na dieta, não houve alteração no colesterol sanguíneo comparado ao grupo controle e os especialistas chegaram a conclusão que consumir um ou dois ovos, três a quatro vezes por semana, é saudável.
Outra estrela presente no ovo é o ômega 3, ácido graxo que tem ação anti-inflamatória de impacto celular. Inflamações de nível celular podem predispor a doenças degenerativas.
Sobre os tipos de ovos:
Codorna - ovo com mais proteínas e mais colesterol. No dia a dia, cada três ovos de codorna têm o mesmo valor calórico que um ovo de galinha;
Caipira - de galinhas são criadas soltas e alimentadas com milho ou rações orgânicas;
Granja - de galinhas criadas fechadas e que recebem rações com aditivos químicos;
Pata - mais gordurosos e possuem um sabor característico. Já seus nutrientes são semelhantes aos ovos de galinha;
Orgânico - de galinhas são alimentadas com rações ou alimentos naturais e sem aditivos. A embalagem precisa de um selo que comprove sua procedência.
Fonte: REVISTA VIDA &SAÚDE (http://revistavivasaude.uol.com.br/)


quarta-feira, 24 de abril de 2013

Ganância x Ambiente

A pecuária na América do Sul e a extração de carvão na Ásia são as atividades econômicas mais prejudiciais ao meio ambiente. Os custos ambientais e sociais provocados pelos danos ao meio ambiente  aponta que, por ano, essa conta chega a US$ 4,7 trilhões – o dobro do Produto Interno Bruto do Brasil em 2012, que foi de US$ 2,2 trilhões (R$ 4,4 trilhões).
Toda a riqueza produzida em território nacional multiplicada por dois é o quanto custa para a economia mundial os prejuízos causados pelas emissões de gases de efeito estufa, perda de recursos naturais e serviços baseados na natureza, como o armazenamento de carbono por florestas, mudanças climáticas – além dos custos de saúde associados à poluição do ar.
Ásia e América do Sul como maiores predadores – A análise mostra que a extração de carvão na Ásia, liderada pela China, gera um lucro estimado em US$ 443 bilhões por ano. Ao mesmo tempo, a atividade custou US$ 452 bilhões em danos à natureza – em grande parte pela emissão de gases de efeito estufa.
Já a pecuária na América do Sul ocupa o segundo lugar no ranking. O prejuízo para a natureza foi calculado em US$ 353 bilhões, que considerou os problemas no abastecimento de água e o desmatamento principalmente na região amazônica. Por outro lado, a estimativa é que o corte da floresta tenha gerado um rendimento de apenas US$ 16,6 bilhões.
 (Fonte: Terra/ Pnuma)


Momento lírico 162

O VELHO AÇUDE
(Karl Fern)

Meu Açude Velho querido
Saudoso do teu passado
Parece estranho, cansado
Lamentando o tempo ido
Em teu leito ressequido
Triste, sofrido, abandonado.

Tuas margens exuberantes
Com teus belos capinzais
Ode de herbívoros animais
Com tuas férteis vazantes
O orgulho das eras antes
Hoje não subsistem mais.

Brandos e verdes arrozais
Sadia e saborosa melancia
Farta batata doce e macia
Melões da terra especiais
Pegavam-se todos cereais
Que nossa fome carecia.

Feijão macassa se colhia
Macaxeira, milho em espiga
Fava pra encher a barriga
Semeando tinha todo dia
Sem pressa e sem agonia
Nunca vi terra mais amiga.

Era uma vida sem fadiga
Plantava-se até gergelim
Jerimum, cana e amendoim
As custas da água contida
Durante o inverno recolhida
Realces de divino folhetim.

Era tudo um imenso jardim
Manancial de saúde e beleza
Erguido como real fortaleza
Na fila de serrotes sem fim
Com mocós, tiús e guaxinim
Demais bichos da natureza.

Líquido de salubre riqueza
Repleto de peixes à vontade
Da mais variada qualidade
A curimatã tinha nobreza
As maiores da redondeza
Tudo em vasta quantidade.

Na mente vem a saudade
Dos banhos nas águas puras
E nas profundezas escuras
Mergulhava com habilidade
Referto daquela ingenuidade
A mais feliz das criaturas.

Hoje não há mais farturas
Penso num passado perdido
Parece-me de morte ferido
Não há alvissaras futuras
Fluem lágrimas de amarguras
Por ti Açude Velho querido!
  


terça-feira, 23 de abril de 2013

22/04/2013: Dia da Terra

O Dia Internacional da Terra foi criado nos EUA (1970), mas só quase 40 anos após é que a ONU, após um pedido da Bolívia, adotou como data mundial (2009). A primeira manifestação teve lugar em 22 de abril de 1970, iniciada pelo senador Gaylord Nelson, ativista ambiental, para a criação de uma agenda ambiental.
Na chamada Conferência de Estocolmo (1972)  celebrou-se a primeira conferência internacional sobre o meio ambiente, cujo objetivo foi sensibilizar aos líderes mundiais sobre a magnitude dos problemas ambientais e que se instituíssem as políticas necessárias para erradicá-los.
Nesta segunda-feira (22/04/2013) o secretário-geral da ONU, Ban Kim-moon, advertiu que o planeta está em perigo devido à mudança climática e à exploração insustentável dos recursos naturais. As mudanças climáticas são um problema real e crescente da desarmonia do homem com a natureza.
O ecossistema natural está sendo danificado pela exploração insustentável dos recursos naturais frequentemente impulsionados pela cobiça e cada vez mais a natureza perde em diversidade, assim como as práticas de pesca comerciais e imprudentes estão ameaçando os peixes.
Segundo o secretário, a prioridade geral das Nações Unidas tem de ser o desenvolvimento sustentável. Embora ainda haja muito a se fazer, destacou que cada vez mais pessoas e governos reconhecem este problema, especialmente países latino-americanos, como a Bolívia e o Equador, que incluíram os direitos da natureza em suas constituições.
Fontes WIKIPEDIA e outros
Acima: Jardim do Seridó, RN - algumas fotos da área urbana da sede do município tiradas neste Dia Mundial da Terra! Pode se dizer, sem querer ofender ninguém: "É uma tsumani da ignorância contra o meio ambiente!". Pela cidade inteira se encontram muito mais exemplos!


sexta-feira, 19 de abril de 2013

19 de abril: Dia do índio

Criado pelo presidente Getúlio Vargas através do decreto-lei 5540 de 1943, relembra o dia, em 1940, no qual várias lideranças indígenas do continente resolveram participar do Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, realizado no México. Eles haviam boicotado os dias iniciais do evento, temendo que suas reivindicações não fossem ouvidas pelos "homens brancos".
Durante este congresso foi criado o Instituto Indigenista Interamericano, também sediado no México, que tem como função zelar pelos direitos dos indígenas na América. O Brasil não aderiu imediatamente ao instituto, mas após a intervenção do Marechal Rondon apresentou sua adesão e instituiu o Dia do Índio no dia 19 de abril. O dia do Índio tem como função relatar os direitos indígenas e faz com que o povo brasileiro saiba da importância que eles tem na nossa história.
Fonte:  TRIBO POTIGUAR (Ana Cláudia Machado de Melo)


quinta-feira, 18 de abril de 2013

Fontes de cálcio sem lactose

Nutriente fundamental para a saúde dos ossos, em processos de coagulação e para a contração muscular, quando se fala em cálcio, instantaneamente o leite é lembrado. Mas vale lembrar o leite que não é a única fonte e aqueles que sofrem de alergia ao leite ou intolerância à lactose devem procurar imediatamente alternativas. A necessidade diária desse mineral varia conforme a idade, chegando a 1.200 miligramas por dia após os 50 anos.
A seguir são listadas outras boas fontes de cálcio, até melhores que o leite (100g de leite contém 100mg de cálcio) e que, principalmente, não contém leite:
1 - Aveia
Rica em cálcio, fornece 300 mg do mineral a cada 100g do cereal que também combate o colesterol ruim (LDL);
2 - Brócolis
400mg de cálcio em 100g, mas consumido cru pode comprometer a eficiência da tireoide;
3 - Chia
Rica em ômega 3, fibras, ferro e proteínas, cada 100g do alimento contém 556,8mg do mineral. É o "alimento da moda", pois ainda é conhecida por proteger o coração, melhorar o sistema imunológico, combater cãibras e auxiliar no funcionamento do sistema nervoso.
4 - Espinafre
Neste antioxidante cada 100g do vegetal contém 160mg do nutriente, além de ter alto teor de ferro;
5 - Gergelim
Coadjuvante na perda de peso, encontrados nessa semente 400mg de cálcio em cada 100g. Além disso é bom para o funcionamento do intestino, controla a glicemia e ajuda na regulação do colesterol e do triglicérides;
6 - Grão de bico
Com benefícios similares aos da soja, para cada 100g do alimento são obtidos 120mg de cálcio;
7 - Linhaça
Cada porção de 100 g de linhaça contém 200mg de cálcio, mas tem a desvantagem de ser altamente calórico (490 calorias por cada 100g), ou seja, quem quer perder peso é bom evitar;
8 - Sardinha
Cada 100g de sardinha oferece 500mg do mineral, além de ser rico em ômega 3 e vitaminas A e D;
9 - Soja
O vegetal apresenta 90mg do mineral a cada 100g, mas na forma de farinha ou leite de soja são 280mg de cálcio a cada 100g;
10 - Tofu
Produto derivado da soja, 100g de tofu apresenta 159mg de cálcio e ainda oferece poucas calorias: apenas 70kcal em 100g.
Fonte: MINHA VIDA (por e-mail)


A Coca-cola “curiosa”


Símbolo do poderio capitalista norte-americano e uma das marcas comerciais mais antigas e emblemáticas de todos os tempos, sabiam que a “coca-cola” foi inventada por um farmacêutico farmacêutico estadunidense, John Styth Pemberton (1831-1888), nascido e morto em Atlanta, como medicamento para combater problemas estomacais?
Ele colocou seu produto na Jacob’s Pharmacy e alguém, não gostando do sabor do novo remédio, resolveu colocar açúcar e dissolvê-lo em água fria. Pronto! Acabava de nascer o mais vendido refrigerante da história da humanidade! Repare na gravura como inicialmente ele era vendido de porta em porta!

Primórdios comerciais


e divirta-se com o causo do “caminhão de coca” em

“Reclame" antigo
Fontes: COCA-COLA e SÓ BIOGRAFIAS

Curiosidades geográficas - 01

Você sabia que:
- a capital dos Estados Unidos não é New York e, sim, Washington?
- a capital do país não fica no Estado de Washington e sim no Distrito de Columbia?
- justamente o Estado de Washington, cuja capital é Olympia (mas a cidade principal e Seatle!) é o estado mais distante da capital dos Estados Unidos da América (território principal)?
- é o único estado americano a ser nomeado em homenagem a um ex-presidente estadunidense: ao líder das forças americanas da Revolução pela Independência (1776) e primeiro Presidente da nação (1789-1797), George Washington?
- se situa no extremo norte da costa do Pacífico, na região dos chamados Estados do Pacífico?
- quando se escreve sobre a capital do país deve se usar Washington D.C. (abreviação de Washington, District of Columbia) para não fazer confusão?
- Washington D.C. foi inaugurada (1800) como a capital estadunidense e também nomeada em homenagem a George Washington (1732-1799)?
- a área do distrito (259 km²) foi escolhida pelo próprio George Washington (1791) na margem do Rio Potomac, entre os estados americanos de Maryland e Virgínia, onde a vila de Georgetown estava localizada a poucos quilômetros da sua casa, no Mount Vernon, Virgínia?
Fontes principais: WIKIPEDIA e SÓ BIOGRAFIAS


quarta-feira, 17 de abril de 2013

Fotos do fim de semana em JS!


Com Marcos Antonio, Amazan, Titico e Zé do Carmo.

 Com  Expedito e Titico.

Com o Professor Junhão e o "Minhas Rimas"!


terça-feira, 16 de abril de 2013

Momento lírico 161


A DOR DE UM POETA (*)
(Karl Fern)

Que faz um poeta sozinho
Distante de sua amada!
Fita perdido a calçada,
Na mente um redemoinho,
Só pensa ficar pertinho
Mesmo que não diga nada.

Sua voz fica calada,
No olhar vê-se o tédio,
Pra ele não tem remédio,
A solidão é malvada,
A luz do dia é parada,
Não há brisa nem assédio.

Quem sabe por intermédio
De uma ordem telepática,
Uma raiz matemática,
Lhe mostre um termo médio,
Que seja o tal remédio
Pra tamanha problemática.

Uma ilusão emblemática
Revolve a imaginação,
Acelera o coração
Numa esperança apática.
Uma miragem lunática.
Logo vem a frustração.

A dor da separação
O corrói como ferida,
Uma emoção perdida,
O choro de uma canção
E clama com aflição
Por quem já é sua vida!

(*) Poema constante da orelha esquerda do livro "Minhas Rimas"


Mosquitos nas tempestades

Uma única gota de chuva pode ter até 50 vezes o peso de um mosquito. Se o inseto tivesse o tamanho de uma criança, isso seria o equivalente à gota ter o peso de um carro. Pesquisadores do Instituto Georgia de Tecnologia, nos Estados Unidos, foram investigar como isso acontece e descobriram que raramente os insetos morriam, mesmo sob uma tempestade artificial. Isso porque o corpo deles não deixa que a água se aproxime. Há uns pelinhos em suas asas, que ajudam a repelir a gota se ela vier em velocidade baixa.
Outras gotas de chuva, porém, podem afetar o voo do animal: às vezes ele leva um “empurrão”, mas continua sua rota. Gotas rápidas e maiores podem bater com força, fazendo com que o bicho comece a cair.  Mas seu exoesqueleto forte e o corpo do mosquito é tão leve que a gota, mesmo após bater nele. E o mosquito normalmente consegue sair da partícula de água e voltar para o seu caminho. O maior perigo acontece quando ele está voando baixo. Nesses casos, se for pego pela chuva, pode ir ao chão antes de se recuperar.
O estudo do comportamento dos mosquitos, segundo os pesquisadores, para entender como esses insetos voam pode ajudar a desenvolver robôs voadores. E geringonças assim serviriam, por exemplo, para vigiar lugares em que humanos não conseguem chegar.
Fonte: FOLHA.COM (08 / 04 / 2013)


Minha Rimas - PREFÁCIO

Eu sempre fui admiradora das artes escritas como contos, poemas, sonetos e cordéis e MINHAS RIMAS é uma viajem pelo mundo da poesia de Karl Fern.  É o primeiro trabalho de um professor que até seus sessenta anos de idade não havia escrito um verso sequer, apesar de ser admirador das frases rimadas e de acalentar dentro de si, o sonho de fazê-lo! Carlos Fernandes sempre teve habilidade com as palavras e transformá-las em versos foi só uma questão de tentar!
Falar sobre MINHAS RIMAS é uma tarefa fascinante pra mim, pois tive a honra de assistir ao nascimento de um poeta! Carlos Fernandes é para mim um exemplo de que nunca é tarde para tentar, nunca é tarde pra começar, nunca é tarde pra realizar um sonho. Como um poeta eclético, hoje é autor de centenas de poesias abordando vários temas do cotidiano, como políticos, saudosistas, humorísticos e os românticos que são a sua marca maior!
Assim sendo convido, o prezado leitor a viajar comigo e mergulhar nestas páginas de poesias onde será levado a refletir, a sorrir e a se emocionar. Feliz por tê-lo incentivado a criar essa obra! Prazer em apresentar um trabalho de tanto bom gosto, de um grande poeta e, hoje, um grande amigo!
Suênia Leôncio, março/2013


sábado, 13 de abril de 2013

54 anos atrás!

     Eu, aos sete anos de idade, com fardamento da primeira comunhão e fotografado pelo finado Zé Boinho! Lembro perfeitamente que saí sozinho, ali por trás da rua de Tio Nino (morávamos na casa vizinha!), rodeando o Campo Florestal, todo paramentado e muitíssimo encabulado (pedindo a Deus pra ninguém ver aquela presepada!...) pra ir até a casa do fotógrafo, na Rua Vicente Ferreira e “bater esta chapa”... (Só ele tinha este móvel apropriado pra isso!) Coisas que a gente não esquece de jeito nenhum! Nossa Senhora! Tempos outros, muito diferentes: Cheio de religiosidade, com a cabecinha pequenininha... Não me chamem de “cabeçudo”, senão, senão!!! Isso é “bulling”!
     Obrigado Edvaldo Alves, pelo retoque da foto. Ficou perfeita! Um fraterno abraço!
     Em tempo: Essa roupa foi mandada de Campina Grande, doada por Tia Iraci!