sábado, 15 de dezembro de 2012

O que é um Sommelier!

Sommelier no Brasil ou escanção em Portugal é um profissional especializado, encarregado em conhecer os vinhos, cervejas, ou outros tipos de bebidas, e de todos os assuntos relacionados ao serviço deste. Adicionalmente, cuida da compra, armazenamento e rotação de adegas e elabora cartas de vinho em restaurantes. Na Antiguidade, o escanção era quem vertia o vinho nos copos dos convivas, nos banquetes.
Para trabalhar como sommelier o profissional precisar procurar realizar um curso de formação profissional que seja reconhecido pela Associação Brasileira de Sommeliers. Ao realizar o Curso de Formação Profissional Sommeliers, o profissional passa por conhecimentos teóricos, por exemplo, sobre degustação, armazenamento, estocagem, culturas específicas e todas as informações que são essenciais para ter uma boa formação na área. O profissional graduado sairá para o mercado com uma boa preparação sobre como deve ser o trabalho de um sommelier, incluindo estratégias, vendas e marketing relacionados com a bebida de sua especialidade.
Sommelier de vinho e café todo mundo conhece, mas está em franca expansão no mercado a carreira para sommelier de água mineral! Degustar e harmonizar água mineral acompanha as necessidades do grande crescimento do seu consumo mundial. Existem três grupos de água mineral: sem gás, com gás natural e com gás artificial (adição de gás carbônico). Para identificar uma água com gás se observa as borbulhas, que é o equivalente à perlage dos champagnes, prosecos e espumantes.
O sommelier identifica diferenças sutis de salinidade e acidez na degustação de água. Basica-mente a diferença entre uma água e outra depende da sua mineralização (tanto qualitativamente como quantitativamente) e são influenciadas pelo seu pH e percentual de anidrido carbônico dissolvido. No  armazenamento, a água precisa de cuidados:  não deve ser exposta a luz e calor.


Momento lírico 110


AMOR GEOMÉTRICO
(Karl Fern)

O amor é ciência criada
Com teoremas difusos
Ângulos retos e obtusos
Numa geometria moldada
Precisa e sedimentada
No volume do coração
Com raios de inspiração
Em esferas planetárias
Superfícies imaginárias
Coloridas pela emoção!

Em direções lineares
Sentidos convergentes
Harmônicas congruentes
Arestas bem regulares
Ou catetos retangulares
Definindo áreas parciais
Formando belas poligonais
Ou até círculos perfeitos
Uma pirâmide de efeitos
Em cálculos sentimentais.

Nessa adorável geometria
De Ilusória matemática
A função não é estática
Há sinuosidade de alegrias
Sem setas pra hipocrisias
Cancelando transversais
Cordas ou calotas iguais
Pois assim no plano delas
Como no traço de paralelas
Não se juntariam jamais!

Num ponto de tangência
Tocam-se e se equilibram
Dois corações vibram
No apoio e na coerência
Demonstram sua essência
Das teses e conjecturas
Em sólidas proposituras
Somam-se em quantidade
Na aritmética da felicidade
Ligando humanas criaturas.