sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Sobre o trigo

O trigo é um cereal que é base da alimentação dos povos em todos os cantos do planeta e no calendário de datas comemorativas tem um dia especial: 10 de novembro.
Os cereais, como o trigo, o sorgo, a cevada e o centeio, começaram a ser cultivados por volta de 10000 a.C., no Oriente Médio, em uma região conhecida como Crescente Fértil, que hoje iria do Egito ao Iraque, e estendendo-se pelo mar Mediterrâneo. Foi quando nasceu a agricultura. De lá, esses cereais se espalharam pelo mundo.
As sementes mais antigas de trigo já encontradas datam de 6700 a.C. e foram plantadas pelos povos que habitavam a antiga Mesopotâmia. O pão foi inventado pelos egípcios e por volta de 4000 a.C., eles já sabiam utilizar o processo de fermentação do trigo e descobriram que a farinha feita dos grãos de trigo ganhava volume quando se adicionava o levedo à massa levada ao forno.
Depois as receitas de seus pães ou os biscoitos da massa se espalharam pelos povos vizinhos, fazendo com que o pão se tornasse o alimento símbolo das civilizações mediterrâneas.
Os chineses já conheciam o trigo cerca de 2 mil anos antes de Cristo e aprenderam a fazer com sua farinha, uma grande variedade de massas que hoje são parte da culinária oriental. Inclusive os chineses são considerados os inventores do macarrão e do pastel.
Na tradição cristã, o pão e o vinho, por sua vez, foram usados para simbolizar a vida na Eucaristia. Na Páscoa judaica, o pão ázimo (assado sem fermento) tornou-se uma comida obrigatória.
Adaptado para zonas mais frias, seu cultivo popularizou-se na Polônia e a Rússia e se espalhou pelo mundo como um cereal nobre e indispensável e, no século XV, na bagagem dos grandes navegadores, logo chegou ao Novo Mundo.
A história do trigo no solo brasileiro começou em 1534, quando as naus de Martim Afonso de Sousa trouxeram as primeiras sementes para serem lançadas às terras da capitania de São Vicente. Depois, foi difundida para todas as capitanias, chegando até mesmo a Ilha de Marajó, cujas plantações se tornaram muito famosas.
Vale a pena lembrar que o trigo traz muitos benefícios para a saúde, entre eles:
- O trigo integral ajuda a reduzir os riscos de doenças coronarianas;
- Controla os níveis de colesterol e ajuda a controlar o diabetes;
- Promove a saúde do intestino por manter a flora intestinal saudável e ser boa fonte de fibras.
Assim como o malte, a cevada, a aveia e o centeio, contem glúten na sua composição e, desta forma, não deve ser consumido por pessoas com alergias a essa proteína amorfa.
Fontes principais: