domingo, 26 de agosto de 2012

Momento lírico 64

MIMOSA CRIAÇÃO
(Karl Fern)

Esculpida pela vontade divina
Fruto de uma simples costela
Surgiu uma fêmea altiva e bela!
Do pátio do Paraíso se ergueu
Sob o brilho do sol resplandeceu
Poderosa, sublime e singela.

De Deus mereceu sua tutela
Lhe dando formusura e poderes
Tornou a mais mimosa dos seres
Com eternos semblantes risonhos
Fonte dos mais sublimes sonhos
O corpo dos sensuais prazeres.

Origem dos iluminados dizeres
Do fiel e sentimental compositor
Do romance do profícuo escritor
Inspirados em incólumes virtudes
Imputam-lhes perfeitas atitudes
Enobrecendo a criação do autor.

Símbolo do que é mais sedutor
Do homem é seu máximo mister
Pena daquele que não souber
Venerá-la por enquanto viver
Assim jamais poderá entender
Quão fascinante é uma MULHER!

Um heroi da humanidade

Neil Alden Armstrong (5 de agosto de 1930 – 25 de agosto de 2012)
Astronauta estadunidense, o piloto de teste, engenheiro aeroespacial, professor universitário, aviador naval de Estados Unidos e a primeira pessoa a andar na Lua (20 de julho de 1969).
Como comandante da missão Apollo 11, Armstrong se tornou o primeiro ser humano a colocar o pé na lua, oportunidade em que ele disse: "Esse é um pequeno passo para o homem, mas um grande passo para a humanidade". Tinha 38 anos na ocasião.
Mesmo tendo sido protagonista de um dos maiores feitos de toda a história da humanidade, ele não fazia festa por sua realização. "Eu acho que todos devem ser reconhecidos pelo seu trabalho diário", disse Armstrong em uma entrevista ao programa "60 minutes", da CBS, em 2005.
Vai-se o herói e fica o exemplo de coragem e de tenacidade do ser humano!