segunda-feira, 11 de junho de 2012

Democracia ou cleptogracia

Cleptocracia é uma palavra que vem do grego onde a mistura perigosa povo desinformado + governo + corrupção= País desequilibrado e entregue a desordem. Nossos políticos criaram armadilhas propositalmente para favorecer os crimes, o corporativismo tem nome, "FORO PRIVILEGIADO" Voto Secreto onde políticos da pior espécie esconderam seus crimes e fugiram da cassação.
Não reeleja nenhum político ficha-suja, não contribua diretamente para esse quadro nefasto. A corrupção faz vítima nos corredores dos grandes hospitais do país, nem precisa apontar os fatos, as propinas, diárias escandalosas não deixam mentir o quadro negro e a imagem ruim que todos os dias as redes sociais e a mídia denuncia.
Quem deve seguir carreira é professor, médico...político corrupto dever correr para não ser preso!!! Poupe-nos de ver certas tranqueiras presidindo CPIS, políticos escrotos acostumados a fugir de cassação e bancando o bacana, gozando da miséria de alguns estados Brasileiros onde se misturam miséria e ignorância.
Cleptocracia, significa no linguajar vulgar roubalheira generalizada. Enfim, termino com a seguinte frase: "Quando não se coloca limites nos representantes do povo, eles não são representantes do povo, mas candidatos a tirania." (Bejamin Constant).
Fonte: Cópia do Blog LIVRE VOZ DO POVO (http://livrevozdopovo.blogspot.com.br/)

7 de Setembro Marcha Nacional Contra a Corrupção

Bacana, os homossexuais lutam por seus direitos e levam milhões as ruas, criam-se movimentos diferenciados, cada um com sua ideologia, mas conclamamos todos os cidadãos que sentem-se ameaçados por essa democracia disfarçada pelo Fascismo. Em outras palavras, uma ditadura em forma de mordaça, um povo que satisfaz com as políticas do Pão e Circo. Urge a necessidade de levantar a bunda da cadeira, sair de frente do computador e mostrar a soberania que emana de cada um dos Brasileiros.
É preciso extirpar este câncer que macula a imagem do nosso país e dispomos de vários mecanismos e precisamos fomentar a discussão, não basta apenas educar e formar cidadãos, mas antes de tudo, lutar contra a insanidade do governo, de um país desgovernado onde as propinas e o cartel está formado.
A política da presidenta Dilma em erradicar a miséria é louvável, antes, porém urge a necessidade de erradicar o germe, a bactéria que corrompe almas que causam a fome e que este combate seja isento de quaisquer tipo de assistencialismo. Avante, não há como retroceder pois pessoas estão morrendo nos hospitais, a corrupção é generalizada e intersetorial, não escapa nem defunto aposentado.
A esperança precisa vencer o medo, um país rico e injusto com seus professores, médicos e manchado com CPIS, propinas e maus políticos acostumados a fugir de escândalos. A hora da verdade chegou, não é preciso derramar sangue como fizeram o Egito, Tunísia, Iêmen a Líbia, temos a nosso favor a democracia.
É fato! Um povo corrompido não pode tolerar um governo que não seja corrupto, mas chegou a hora de virar o jogo, dia 07 de setembro é dia do Basta, vão as ruas e mostrem aos que promovem a tirania que a voz do povo não se cala. Avante, Brasil, contra a corrupção.
Divulguem estas comunidades: http://www.facebook.com/abraccorp
Copiado do Blog VOZ DO POVO (http://livrevozdopovo.blogspot.com.br/)

Momento lírico 31



NÃO VIVO SEM ELA

(Karl Fern)

Era a imagem mais linda
Uma figura atraente
Possuí-la, uma obsessão
Queria-a pra mim somente

Uma ansiedade premente
Sonhava com minha querida
Sempre olhei para ela,
Com uma cobiça atrevida.

Fiz entrar em minha vida
Na primeira oportunidade
Aos poucos me convenceu
Ser pra mim prioridade.
Em permanente lealdade
Nunca me deixou sozinho
Prestativa, brilhante, mimosa
Conquistou-me a cada apertinho.

A meu lado, sempre pertinho
Com suaves toques trabalhando
Sempre pronta a me atender
Precisa, jamais se queixando.

Disposta e me auxiliando
Nunca se pondo cansada
Pronta a atender meus desejos
Sem nunca reclamar nada.

Hoje não vivo sem minh’amada
Dependência avassaladora
Minha eterna companheira
A inseparável CALCULADORA!


Mitologia

          Presentes em todas as culturas, os mitos situam-se entre a Razão e a Fé, mas são considerados sagrados. Os principais tipos de mito referem-se à origem dos deuses, do mundo e ao fim das coisas. Nesse aspecto define-se mitologia como o conjunto dos mitos próprios de um povo, de uma civilização, de uma religião.
          No estudo das mitologias, a Grega, e por herança a Romana, foi uma das mais fantásticas que um povo já produziu. Compreendendo um conjunto de mitos, lendas e entidades divinas e/ou fantásticas, com deuses, semideuses e heróis, presentes na religião praticada na Grécia Antiga, foram criados e transmitidos originalmente por tradição oral.
          O principal intuito deste fantasioso mundo mitológico era explicar fenômenos naturais, culturais ou religiosos que não tinha explicação natural e, assim, constituiu-se, por sua riqueza narrativa e conceitual, em uma das mais interessantes mitologias mundiais.
          Mais sobre Mitologia, especialmente Greco-Romana leia em SÒ BIOGRAFIAS:
Foto: Ruínas do Parthenon, na acrópolis de Atenas (http://www.faunaurbana.com.br/ )


O que é Musa

     Musa é uma figura feminina da mitologia grega, fonte de inspiração nas artes ou ciências. O significado de musa tornou-se abrangente sendo utilizada no sentido figurado para designar a mulher amada ou aquela que traz inspiração seja na pintura, na poesia ou outras formas de expressão cultural.
     O termo musa é popularmente utilizado como referência à mulher bela que inspira ou desperta o desejo no público masculino. É frequente ver a eleição de musas para representarem algumas modalidades esportivas como futebol, ciclismo, fórmula 1, etc.
     Na mitologia grega, eram as nove filhas de Mnemosine e Zeus, que inspiravam cada uma das artes ou ciências: Terpsícore (dança), Erato (poesia lírica), Euterpe (música), Polímnia (música sacra), Melpômene (tragédia), Tália (comédia), Calíope (Eloquência), Clio (História) e Urânia (Astronomia).
     A palavra grega "mousa" significa “canção” ou “poema”. As musas habitavam no templo Museion, um santuário e um local de danças especiais, termo que deu origem à palavra “museu” definido nas diversas línguas indo-europeias como local de cultivo e preservação das artes e ciências. A palavra música também é derivada de musa, do grego musiké téchne que significa “a arte das musas”.
Fonte: SIGNIFICADOS (http://www.significados.com.br/musa/)