sexta-feira, 1 de junho de 2012

1° de Junho: Dia da Imprensa brasileira

Até o final do século passado, o dia da imprensa era comemorado no dia 10 de setembro, em razão do fato histórico de que foi no dia 10 de setembro de 1808 que circulou pela primeira vez a Gazeta do Rio de Janeiro, um periódico oficial que servia à Corte.
Até aquele ano eram proibidas a circulação e a impressão de qualquer tipo de jornal ou livro na colônia. Porém, havia um jornal que, antes da criação da Gazeta do Rio de Janeiro, já circulava clandestinamente: era o Correio Braziliense, produzido pelo jornalista gaúcho Hipólito José da Costa Pereira Furtado de Mendonça (1774-1823).
Na época as publicações brasileiras eram proibidas porque a Corte Portuguesa temia que os brasileiros fossem influenciados por movimentos políticos, sociais e separatistas. Assim, o Correio Braziliense permaneceu clandestino porque simpatizava com os ideais de liberdade, igualdade e fraternidade que circulavam pela Europa.
O Correio Braziliense havia sido lançado em junho de 1808, ou seja, três meses antes da Gazeta. Somente em 1999 foi reconhecido oficialmente como pioneiro na história da imprensa brasileira e então, foi oficializada por lei o dia da imprensa como 1o de junho (LEI No 9.831, DE 13 DE SETEMBRO DE 1999. Estabelece, em todo o País, a data de 1o de junho de cada ano para as comemorações do Dia da Imprensa).
Aqui minha reverência e meu abraço para todos os profissionais de imprensa do Brasil!
Fonte da ilustração: LITERATURA COMENTADA (http://www.olivro.com/machado/machado11.html)