quarta-feira, 30 de maio de 2012

Momento lírico 23


AMOR ESCONDIDO

(Karl Fern)

É difícil amar escondido
Sofrer o que não merece
Fingir-se desconhecido
Enganar quem lhe conhece
Manter o desejo contido
Ser o que não parece.

Sentimento que aparece
Sem anseio ou pedido
Sentir ninguém merece
Por desejo é proibido
De repente ele acontece
O vivente fica perdido

Profundo não tem sentido
A razão se desconhece
É forte, voraz, incontido
Resistente se oferece
Dominante e introvertido
Maltrata e não fenece.

Quem desse mal padece
Procure ser comedido
Controle o que lhe apetece
Não seja afoito, atrevido
Apenas pra si confesse
E siga amando escondido!