quinta-feira, 10 de maio de 2012

Piadinhas!

1. Pai, depois de muito trabalho, convence filho e o leva para ser vacinado. O enfermeiro, segurando a seringa e incentivando, pergunta: "Em que braço esse 'rapazinho corajoso' quer que eu aplique?" E o menino, ainda choroso, responde: "No de paapaaaiii!".

2. Dois velhinhos conversando e contemplando o belo jardim! De repente o primeiro diz: “Se eu soubesse que ia morrer nesta casa, ia querer ser enterrado neste jardim!”. Logo o segundo responde: “Pois se eu soubesse o lugar onde ia morrer, não passava nem perto de lá...”

3. Já repararam que os pescadores do Amazonas botam nomes meio esquisitos (ou sacanas!) nos seus pescados! É baiacu, pirarucu, pacu, curimatã, tucunaré etc, etc. Sei não! Acho que o amazonense é meio tarado por... peixe!  (Se pensou em outra coisa o tarado é você!)

Momento lírico 16


  AMANTES AMANTES (Soneto)
                 (Karl Fern)

Em um mundo criado em poucos instantes
Escondido entre quatro paredes mudas
Uma meia luz ilumina silhuetas sisudas
Lençóis farfalham sob corpos amantes.

Suspiros de amor, emotivos, ofegantes
Ecos românticos de intensidades agudas
Princípio de êxtases sem quaisquer ajudas
Momento sublime de ações incessantes.

Escapam sons de penetrante magia
Passam-se desejos de insaciável orgia
Rolam sentimentos de imensurável louvor

Suaves respiros de deliciosa agonia
Improvisos que fogem a qualquer teoria
São almas perdidas nas volúpias do amor.