sábado, 14 de abril de 2012

Papel higiênico: na lixeirinha ou no vaso sanitário?

Há sempre quem questione, pela fantasma do entupimento, mas existem razões hidráulicas e higiênicas que não deixam dúvidas: É altamente recomendado que o papel higiênico deva ser jogado no vaso, pois toda matéria orgânica libera partículas e gases no ar e isso não é diferente para o papel higiênico usado. O mau cheiro atrai insetos e dissemina doenças.
O papel higiênico é um tipo especial e exclusivo para um uso e um destino final! É fabricado com uma textura e resistência própria para se desintegrar com a violenta turbulência da água de descarga. Portanto esse é o segredo: a qualidade adequada do produto!
Agora se o produto é de qualidade imprópria para o fim, então lógico que não vai se desintegrar e, consequentemente, provocar entupimentos. É a mesma coisa que usar um papel de jornal, uma folha de caderno ou outro material qualquer que resista a turbulência! Quem já observou esgoto fluindo em canais, emissários ou em estações de tratamento lembra que não havia resíduos de papel.
Destaque-se atenção para o seguinte: Papel higiênico barato demais, os enrugados e aqueles que não rasgam facilmente (tem uns que esticam que parecem de plástico!) em geral são feitos de material reciclado e normalmente são "ótimos para provocarem entupimentos"!
Portanto quando forem comprar esse material não precisam adquirir aqueles perfumados, mas não sejam muito miseráveis nessa hora, pois o prejuízo pode custar o equivalente a vários rolos de papel de melhor qualidade!
Concluindo: O PAPEL HIGIÊNICO USADO DEVE SER JOGADO NO VASO SANITÁRIO.
Até porque na limpeza de um banheiro por mais cuidado que se tenha, o contato com as tais lixeirinhas com estes papéis usados é um fator preocupante caso a pessoa não tome os devidos cuidados. Papéis sujos numa lixeira promovem o contato permanente com bactérias e faz o banheiro ficar com mau cheiro. Afinal de contas o banheiro tem que permanecer tão ou mais limpo, cheiroso e saudável quanto os outros cômodos da casa. E digo o seguinte: Em um banheiro “decente” não tem nenhuma cestinha por perto do vaso sanitário. Outro aviso: Se usando o papel certo e corretamente e o vaso ainda entupir, então, com certeza, é porque a instalação hidráulica não foi bem feita.

5 comentários:

Voz do povo disse...

Meu amigo, que bela postagem, só recomendo o uso de um aplicativo para divulgarmos o seu blog nas redes sociais @VozdoPovo3 segue-me via twitter assim divulgo melhor o seu blog por lá, abraço professor.

Janailton Milanez disse...

Bela postagem, agora tenho uma duvida antes de jogar a cesta de lixo fora. Onde colocar as fraldas do meu filho e os absorventes da mulher?

Anônimo disse...

eu guardo os absorventes pra lembrar dela qdo ela nao ta em casa

Anônimo disse...

Pergunta idiota... Onde vou jogar as fraldas do meu filho e os absorventes da mulher??
Resposta mais idiota ainda: Jogue pela janela ou mesmo na rua... O cara que me coloca fralda de rapaz pequeno ou absorvente de mulher em lixeira de banheiro deve ser bem limpo... Logo: Continue assim... Piada mesmo... Tolerância ZERO para o amigo ai a cima...

Ecodry disse...

Achei ótima sua postagem, posso contribuir um pouco. Estou trazendo da Europa uma Unidade Sanitária para recolhimento de absorventes em banheiros publicos, uma vez que na Europa não tem cestinha para papel higiênico,pois todos jogam os papeis no vaso, a preoculpação com contaminação dos residuos com sangue como os absorventes, eles usam a 50 anos, uma "lixeira" com desinfetante apropriado. Ja comecei o serviço em Curitiba, quem quizer conhecer pode me escrever: luis@br.cannonhygiene.com